A Polícia Civil do Amazonas, por meio da equipe de investigação da 46ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP), situada em Boa Vista do Ramos, sob o comando do gestor Aloisio Lopes, cumpriu na manhã desta terça-feira (19/3), naquele município, mandado de prisão preventiva por estupro de vulnerável em nome de um agricultor de 39 anos, denunciado por abusar sexualmente e engravidar a própria enteada,  uma adolescente de 13 anos.

Conforme Aloisio Lopes, a vítima procurou a 46ª DIP para formalizar Boletim de Ocorrência (BO). Na ocasião, relatou que desde os dez anos vinha sendo abusada sexualmente pelo próprio padrasto, que a criou desde bebê. Segundo o gestor, aos 11 anos de idade a vítima engravidou do infrator e atualmente, aos 13 anos, cuida da filha que possui de um ano e sete meses.  

“Diante da gravidade dos fatos, representei à Justiça o pedido de prisão preventiva em nome do infrator. A ordem judicial foi expedida no dia 14 de fevereiro deste ano, pela juíza Joseilda Pereira Bilio, da Vara Única da Comarca de Boa Vista do Ramos.  Na manhã desta terça-feira (19/3) nos deslocamos até a Comunidade Sagrado do Ramos, zona rural do município, onde, por volta das 8h30, conseguimos prender o infrator”, relatou Lopes.

Indiciamento – Conduzido até a 46ª DIP, o agricultor foi indiciado por estupro de vulnerável. Ao término dos procedimentos cabíveis na unidade policial, ele permanecerá na carceragem da delegacia, que funciona como unidade prisional em Boa Vista do Ramos.