Ex-participante do Big Brother Brasil, a transexual Ariadna Arantes deixou todos em choque ao mostrar imagens da sua cirurgia íntima há poucos dias, mostrando que concluiu por completo a transição do corpo masculino para o feminino, tornando-se uma grande mulher.

No entanto, desta vez, ela deu o que falar ao posar completamente nua, mostrando até mesmo as partes íntimas, e o resultado foi impressionante. Ela surgiu como veio ao mundo nesta segunda-feira (18) em uma foto tirada na cachoeira de Magé, na Baixada Fluminense.

As imagens, é claro, acabaram impressionando. “Hoje eu vou chocar a sociedade. Hoje vou ser apontada, julgada. Mas hoje dia 8 de março dia internacional das mulheres, Eu vou quebrar paradigmas , preconceitos… ou alimentá-los. Depende do seu ponto de vista. Vou resumir a minha história em 10 fotos. Fotos e relatos que eu já pensei em publicar em um livro”, disse ela.

E prosseguiu: “Mas eu era somente a Ariadna. O que uma ex bbb poderia mostrar pro mundo? Assim sou julgada por muitos até hoje. Na primeira foto eu trago como eu nasci junto de minha mãe. Ela que me inspirou a ser independente e nunca desistir de lutar para conquistar meu lugar no mundo. A criança cheia de sonhos amedrontada porque se sentia diferente, como se estivesse em uma gaiola. A adolescente que foi abandonada pela família e sociedade porque era fora dos padrões, e se agarrou a única esperança, ir pra fora do país.”

A ex-BBB Ariadna . (Foto: Reprodução)
A ex-BBB Ariadna . (Foto: Reprodução)

E continuou: “A que voltou mudada e com aquele mísero e suado dinheiro que tantos quiseram usufruir mas ainda sim me apedrejavam diariamente. Aquela sonhadora que encontrou finalmente uma oportunidade de abandonar aquele corpo que não pertencia a sua alma. Aquela que foi sozinha sem falar inglês pro outro lado do mundo pra realizar seu tão esperado momento e sonho . Que sentiu as dores na ponta de um bisturi da cabeça a vagina. Passou por perícia psiquiátrica médica e passou à frente de um juiz lutando para ter seus documentos retificados e viver finalmente em paz consigo mesma e talvez com a sociedade”. 

Ariadna não parou por aí: “Eu tenho muito orgulho dos meus passos mesmo sofridos nunca distribui amarguras culpando o mundo pela vida difícil que eu tive. Espero ser exemplo pra quem acha que tudo tá perdido. Não to fazendo apologias. Mas cada um sabe o peso de sua cruz! Hoje eu sou Ariadna Thalia da Silva Arantes 34 anos se passaram diziam que eu não chegaria a 23 que eu não seria nada na vida. Mas hoje eu to aqui pra falar pra vocês e mostrar, que o preconceito o racismo de vocês não me abateram”.  (Tv Foco)