O presidente da República, Jair Bolsonaro, assinou na segunda-feira (18) decreto concedendo a livre entrada no país de turistas de outros países – Estados Unidos, Canadá, Austrália e Japão – com dispensa de visto e sem reciprocidade, bem como assinou acordo permitindo que os Estados Unidos lancem satélites da base de Alcântara, no Maranhão. Para o deputado federal José Ricardo (PT), essas permissões são um verdadeiro atentado à soberania nacional.

“Entregar um investimento feito pelo povo brasileiro, no caso da Base de Alcântara, de base tecnológica importantíssima, para os Estados Unidos operarem é um ataque à soberania. E o mais interessante é se reunir com a Agência de Inteligência americana e até hoje não ter se reunido com a Agência de Inteligência brasileira”, declarou José Ricardo, lembrando que essa base é a única que pode lançar foguetes na América Latina e agora servirá aos americanos.

O decreto de liberação dos vistos foi assinado no primeiro dia de viagem do presidente aos Estados Unidos, entrando em vigor no dia 17 de junho deste ano. Mas esse acordo é “unilateral”, não valendo para brasileiros que viajarem aos quatro países. Já o acordo de salvaguardas tecnológicas (AST), permitirá o uso comercial do centro de lançamento de Alcântara, sendo autorizado o lançamento de satélites e foguetes da base maranhense.