A Secretaria de Estado da Casa Militar, realizou na manhã desta segunda-feira (25/3) a cerimônia de formatura de 83 militares no Curso de Segurança de Dignitários. A solenidade contou com apresentação da banda da Polícia Militar e reuniu autoridades e familiares dos concludentes, no auditório da sede do Governo, bairro Compensa, zona oeste de Manaus. Foram certificadas duas turmas, sendo a primeira com aulas ministradas de 18 de fevereiro a 2 de março e a segunda de 11 a 23 de março.

De acordo com o coronel Fabiano Bó, secretário chefe da Casa Militar, a capacitação teve como objetivo especializar os militares e profissionais de segurança pública que atuam na segurança de autoridades do Estado do Amazonas. “Foram formados 83 militares e profissionais da área de segurança como um todo. As aulas foram intensas, ministradas por instrutores de altíssimo nível”, enfatizou o coronel.

Cada turma teve carga horária de 120 horas, ambas em parceria com a Polícia Militar do Amazonas, por meio da Academia de Polícia Militar Coronel Neper Alencar. Participaram policiais e bombeiros militares lotados na Casa Militar, profissionais que trabalham com segurança de autoridades dos poderes constituídos do Estado, como Assembleia Legislativa, Tribunal de Justiça, Tribunal de Contas, Prefeitura Municipal, como também, Forças Armadas e demais órgãos do Sistema de Segurança Pública, além de dois representantes da Polícia Militar do Estado de Pernambuco.

Qualificação – Foram ministradas instruções de Técnica de Segurança de Dignitários, com ênfase no perfil do segurança, formações de deslocamento a pé e embarcado, instruções de tiro, contra emboscadas, tiro defensivo e uso defensivo da força, algemação e defesas com armas, técnicas de defesa pessoal, direção defensiva, ofensiva e evasiva, técnica de blindagem, primeiros socorros aplicados à atividade de segurança, técnica de varreduras contra sabotagem, noções de combate ao terrorismo, de salvamento aquático, emprego de cães na atividade de segurança, planejamento operacional, bem como, etiqueta social.

“Temos certeza que, com esse aprimoramento profissional, será prestado um serviço de maior qualidade, sempre voltado para a excelência”, frisou Fabiano Bó.