Os Centros Estaduais de Convivência da Família (CECFs) e Centro de Convivência do Idoso (Ceci), já lançaram suas programações em comemoração ao Dia do Índio. A programação foi montada seguindo a política de assistência social de promover o fortalecimento de vínculos e o convívio na comunidade como forma de prevenção a situações de risco social.

O Dia do Índio é comemorado no Brasil no dia 19 de abril. No período de 15 a 17/4, três  Centros de Convivência da Família desenvolverão várias atividades voltadas à temática indígena, com mostras de culinária, artesanato e homenagens aos que têm uma contribuição fundamental na formação do povo brasileiro.

O Centro de Centro Estadual de convivência do Idoso (Ceci), localizado no bairro de Aparecida, zona Sul de Manaus, organizará, durante os dias 15, 16 e 17/4, uma extensa programação com o funcionamento de 23 estandes de vendas de artesanato, culinária e cultura indígena.

Os produtos são feitos pelas senhoras que frequentam o Centro. Elas aprenderam as técnicas através dos cursos oferecidos pelo Cetam ou nas oficinas desenvolvidas no local de convivência. A exposição ficará aberta a visitação durante todo o dia.

No dia 17/4, quarta-feira, o Centro de Convivência da Família Professora Teonízia Lobo de Carvalho, localizado no bairro Amazonino Mendes, zona norte de Manaus, fará uma programação com o objetivo de promover a valorização das culturas indígenas. Neste dia, das 8h30 às 11h30, haverá a abertura cultural com o grupo de adolescentes do Projeto Formando Cidadão. Também ocorrerá o torneio esportivo com o tema Circuito Ajuricaba.

O CECF Padre Pedro Vignola, localizado no bairro Cidade Nova, zona Norte de Manaus, fará uma ação em homenagem aos povos indígenas no dia 17/4. Na programação, que será  8h às 17h, haverá a exposição de artesanatos indígenas. E das 17h às 18h haverá dança indígena com o objetivo de evidenciar a cultura dos índios.