O técnico Jorge Sampaoli está incomodado com o atraso de salário no Santos – fevereiro ainda não foi pago e os atletas com direito de imagem não recebem há dois meses.

Sampaoli conversará com a diretoria e, se o Peixe não puder pagar nos próximos dias, devolverá seu salário até que o elenco receba. Comissão técnica, demais funcionários e jogadores da base estão com o dinheiro na conta.

A expectativa do Alvinegro, porém, é honrar com seus compromissos nas próximas horas. Com dificuldades financeiras e contas bloqueadas na Justiça, o clube deve recorrer, mais a uma vez, a empréstimo bancário.

Em coletiva de imprensa nesta segunda-feira, o zagueiro Luiz Felipe minimizou o atraso de salário antecipado pela Gazeta Esportiva. 

“Desde quando eu cheguei, atrasou poucas vezes. Do ano passado para cá, não me recordo. Esse mês atrasou alguns dias, teve feriado, a princípio falaram que era até sexta, depois teve imprevisto. Não é problema, atrasar alguns dias é normal”, disse Luiz Felipe.

Outro problema é a rescisão contratual de funcionários. Profissionais desligados nas últimas semanas e há meses ainda não receberam seus direitos e conversam para acionar o clube na Justiça.

(Gazeta Esportiva)