A vereadora Mirtes Salles (PR)  usou a tribuna da Câmara Municipal de Manaus (CMM), na manhã da quarta-feira (20/2) para comentar sobre o atendimento que um profissional da área de saúde, cujo vídeo está sendo amplamente divulgado nas redes sociais, prestou a uma paciente que iria dar à luz  a uma criança na madrugada do último domingo (17), em Manaus, na maternidade Balbina Mestrinho.

Mirtes, que também é presidente da Comissão de Defesa e Proteção dos Direitos da Mulher da Câmara Municipal de Manaus (CDPDM/CMM) destacou que tem muito respeito pelos profissionais médicos e espera que  o Governo do Estado cumpra com o afastamento do médico da cooperativa a qual pertence. “Nós não podemos admitir que as nossas mulheres sejam violentadas, não queremos fazer apologia ao feminismo – afirmando que as mulheres são melhores do que os homens, mas nós não somos piores, somos no mínimo iguais, então precisamos sim ser respeitadas, disse a vereadora.

Na ocasião, a parlamentar anunciou, ainda, que está confeccionando uma cartilha de bolso, explicativa e comentada sobre os direitos da mulher e que vai lançar em alusão ao Dia Internacional da Mulher, com distribuição gratuita.