Por Portas Abertas | Neste mês de Páscoa, o desafio é doar um dia de seu trabalho para manutenção dos projetos* de apoio à Igreja Perseguida. Divida sua renda mensal por 30 e o resultado é o valor que o encorajamos a ofertar. Clique na opção outro valor e altere para o valor de sua doação ou escolha o valor mínimo sugerido de R$ 40,00.
Ao participar, você receberá uma pulseira, simbolizando o seu compromisso com nossos irmãos da Igreja Perseguida. Doe e seja um com eles. (Para cada doação efetuada será enviada 1 pulseira).

Sobre o Projeto

Neste mês de Páscoa, convidamos a igreja livre do Brasil a se inspirar nos cristãos perseguidos e mostrar sua fé de forma prática. O período da Páscoa costuma ser um tempo em que a perseguição aos cristãos se intensifica. No Egito, por exemplo, duas igrejas foram atacadas na época da Páscoa em 2017, fazendo um total de 40 mortos. Por não revidar a perseguição de forma violenta e continuar firme no amor, a igreja egípcia chegou a ser indicada ao Prêmio Nobel da Paz em 2018.

Sobre a Região

*As doações para esta campanha serão destinadas a projetos localizados em países com necessidades mais urgentes.

Testemunhos

“Os materiais são muito importantes para a igreja secreta da Coreia do Norte. Os recursos que vocês providenciaram são instrumentos de crescimento espiritual para nossa igreja. Graças a vocês, nos tornamos mais apaixonados pelo reino de Deus.”
Cristão da Coreia do Norte agradece pela literatura cristã que recebeu

“Nós vivemos da comida que recebemos de vocês. Essa ajuda veio na hora certa. Eu agradeço a Deus, que levanta pessoas para cuidar de nós e nos ajudar.”
Kafaa, que perdeu o marido na guerra da Síria, é mãe de dois filhos e mora com o sogro idoso

“Fiquei muito feliz quando dormi na minha própria casa, a casa onde nasci. Mas ainda há muitas casas para serem restauradas, para que todos possam voltar.”
Noeh, adolescente que teve a casa restaurada e voltou para seu vilarejo, Karamles, no Iraque

Pedidos de Oração

  • Agradeça a Deus pelo trabalho de assistência à Igreja Perseguida que a Portas Abertas já realizou nesses mais de 60 anos de ministério.
  • Peça que Deus dê sabedoria aos coordenadores dos projetos, para que saibam reconhecer as necessidades dos cristãos perseguidos e responder a elas satisfatoriamente. E pelos milhares de voluntários que trabalham nos projetos,  dedicando-se diariamente em locais onde ocorre perseguição.
  • Clame para que os cristãos perseguidos mantenham a esperança e a fé no Senhor, na certeza de que se forem fiéis receberão a coroa da vida. Ore para que Deus os guarde e fortaleça.