Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

O deputado Cabo Maciel (PR) falou ontem (20), na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam), sobre a precariedade da segurança pública amazonense. O parlamentar disse que visitou 51 dos 62 municípios que compõem o Estado, e que encontrou as unidades da Polícia Militar (PM) nas cidades praticamente abandonadas pelo sistema da segurança pública.

“É uma guerra praticamente perdida”, declarou o deputado, que relatou ter encontrado situações como o abastecimento de viaturas militares com apenas 8L de combustível, o que “é à baixo da reserva do automóvel”, para a prestação de 24h de serviço a população.  Ainda segundo Maciel, na capital Manaus a situação não é muito melhor, já que as viaturas estariam sendo abastecidas com 15L de combustível. “Na prática, esse policiamento está parado”, declarou.

Outro problema relatado pelo deputado foi em relação à precariedade na manutenção nos prédios que abrigam as unidades policiais militares. “Estão quase caindo na cabeça dos PM’s”. Há também questões como a falta de coletes a prova de balas, fardamento e até mesmo o número de policiais nos municípios. Cabo Maciel citou como exemplos, as cidades de Novo Aripuanã e Itamarati, com 3 e 2 policiais, respectivamente, para garantir a segurança de toda a população.

“Não adianta o Governo do Estado falar que está tudo bem, que está resolvido, porque não está”, afirmou o parlamentar, cobrando investimentos reais de estrutura e apoio aos PM’s.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •