Adepto do rodízio, Aguirre usa 75% do elenco e repete time só uma vez - Fato Amazônico


Adepto do rodízio, Aguirre usa 75% do elenco e repete time só uma vez

Gazeta Esportiva – Uma das marcas do trabalho de Diego Aguirre, o rodízio entre jogadores está sendo implantado de forma intensa no São Paulo. Desde que foi contratado, em meados de março, o técnico uruguaio utilizou 75% do elenco e só repetiu a escalação entre um jogo e outro em uma única oportunidade.

Adepto da prática, comum na Europa e pouco usual no Brasil, o treinador deu chance a 27 dos 36 atletas do plantel são-paulino durante os primeiros nove jogos em que comandou o time da beira de campo.

Nesse período foram preteridos apenas os goleiros Lucas Perri e Lucas Paes, o zagueiro Anderson Martins, o volante Paulo Henrique, o meia Shaylon, os atacantes Bissoli e Paulinho, além do zagueiro Aderllan, que foi repassado ao Vitória por empréstimo até o final de 2018.

O centroavante Gonzalo Carneiro, por sua vez, ainda não pôde ser utilizado porque aprimora a forma física após se recuperar de uma lesão no púbis. Mas, como o próprio Aguirre já indicou, o reforço vindo do Defensor-URU será testado no espaço que hoje é ocupado por Tréllez assim que reunir condições ideais para tal.

Dada a alta rotatividade do plantel são-paulino, o treinador só conseguiu repetir a formação do time uma vez. O feito aconteceu nas semifinais do Paulistão, contra o Corinthians, no mês passado, quando os 11 iniciais da vitória por 1 a 0, no Morumbi, foram os mesmos da eliminação em Itaquera.

O apertado calendário nacional foi o agente principal na adoção do método. Logo depois de assinar com o São Paulo, Aguirre se deparou com decisões ocorrendo simultaneamente entre Campeonato Paulista e Copa do Brasil. E, no meio delas, o início do Brasileiro.

“Se você tem jogos decisivos tem de priorizar. Se você tem um clássico, tem de priorizar. Acredito que todos são valiosos e vamos dar chances. Todos têm de estar preparados na hora que o treinador precisar. Teremos de estar todos em cada treino lutando por um lugar no time. Às vezes, vamos fazer mudanças dependendo do calendário. É bom dar descanso a alguns jogadores”, explicou o técnico, em sua apresentação, no dia 12 de março.

Apesar de ter uma rara semana livre de treinos, Diego Aguirre deve fazer novas mudanças para o embate com o Fluminense, no próximo domingo, às 16 horas (de Brasília), no Maracanã, pelo Brasileirão. Jogadores como Nenê, Valdívia e Régis, que começaram a partida contra o Ceará entre os reservas, e Jucilei, poupado do confronto, tendem a recuperar a titularidade no Rio de Janeiro.