Em pronunciamento na manhã desta quinta-feira, 28, o deputado Adjuto Afonso (PDT), ressaltou os 52 anos da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), autarquia vinculada ao Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), que administra a Zona Franca de Manaus, principal fonte de arrecadação da região Norte do país. 

“A Suframa foi um órgão criado para desenvolver essa área aqui em nosso Estado. Antes da Suframa a nossa economia era voltada para o extrativismo, para a borracha, e quando isso acabou, em 67, foi criado esse projeto exitoso que até hoje tem dado resultado muito positivo. A Suframa contribui com a economia de nosso Estado, com um modelo econômico que tem dado certo”, disse o parlamentar. 

O deputado Adjuto Afonso, além de destacar a importância da Suframa, falou também de uma de suas bandeiras de luta, que é a defesa de um outro modelo econômico que promova desenvolvimento para o interior do Estado. 

“Devemos ter a consciência de que esse projeto é importante para o Estado, mas que também, aliado a isso, precisamos desenvolver um outro modelo econômico para o nosso Estado. Não podemos ficar só esperando que a Zona Franca seja prorrogada, além de cobrarmos mais do governo federal, que possa dotar a Suframa de modernização, atrair mais indústrias, aumentar os segmentos”, destacou Adjuto Afonso. 

O deputado Adjuto Afonso encerrou o pronunciamento sobre a Suframa parabenizando o Superintendente, Coronel Alfredo Alexandre de Menezes, que assumiu o comando da autarquia no dia 15 desse mês. “Estivemos lá para falar da viagem ao Equador e percebemos que ele tem um conhecimento muito amplo nessa área e boa vontade de fazer a Suframa crescer e de atrair mais investimentos para o Estado. Eu acredito que o Coronel vá fazer um grande trabalho frente à Zona Franca de Manaus, frente ao Pólo Industrial”.