Foi com satisfação e gratidão que o deputado estadual Adjuto Afonso (PDT) tomou posse nesta sexta-feira, 1º de fevereiro, para exercer o 5º mandato na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). A solenidade aconteceu no Plenário Ruy Araújo, onde, ao lado dos familiares, amigos e demais deputados eleitos e reeleitos, o parlamentar assumiu mais uma vez o compromisso com a sociedade amazonense.

“Mais uma vez tomo posse como deputado estadual representando o povo amazonense, gratidão pela confiança depositada. A responsabilidade só aumenta a cada mandato, assim como a força de vontade de trabalhar pelo desenvolvimento de nosso Estado. Uma de minhas prioridades nos quatro próximos anos será lutar pelo zoneamento econômico do interior, para que os investimentos sejam feitos de acordo com o potencial de cada região, com resultados mais produtivos no setor primário”, disse o parlamentar. 

Adjuto Afonso iniciou a carreira na vida pública no ano de 1998, quando foi eleito deputado estadual pela primeira vez. Logo após, foi reeleito nos anos de 2006, 2010, 2014 e 2018. Ele acredita que a boa política é praticada com diálogo, presença, compreensão, amizade e, acima de tudo, ética, transparência e honestidade. Seus mandatos são exercidos ouvindo a comunidade e buscando construir o melhor caminho para atender as demandas coletivas da capital e do interior do Estado do Amazonas.

Tem como bandeira de luta o desenvolvimento econômico a partir do empreendedorismo, e acredita em um novo modelo econômico para o interior, que incentive o crescimento de acordo com as potencialidades de cada região. 

Em 2017, assumiu o cargo de presidente da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), com sede em Brasília, entidade que representa 1.059 deputados estaduais de todo o país, sendo a voz do parlamento junto ao governo federal. O parlamentar foi bastante elogiado por dar agilidade aos processos da entidade em curto prazo. No âmbito da Unale, defendeu e conseguiu êxito na aprovação de leis como, Free Shop, Energia Solar, além de lutar pelos subsídios para a aviação regional na Amazônia, junto ao Governo Federal. 

Para o 5º mandato, ele vai reforçar a luta pelo setor primário, na busca por incentivos e oportunidades que alavanquem o setor e promova o desenvolvimento do interior do Estado.