Aeroporto Júlio Belém de Parintins volta operar sem restrições para aeronaves de 140 lugares - Fato Amazônico

Aeroporto Júlio Belém de Parintins volta operar sem restrições para aeronaves de 140 lugares

O aeroporto Júlio Belém voltou a operar sem restrições para aeronaves com capacidade até 140 passageiros após inspeção da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) constatar as adequações feitas na parte de segurança do aeroporto. Com a liberação do aeroporto é esperado para os dias o Festival Folclórico de 2014 um número recorde de voos cerca de 400 nesse período.

As autoridades fiscalizadoras do setor aeroportuário estão freqüentemente em Parintins e atestaram as mudanças na gestão do aeroporto. “Não é à toa que o aeroporto completou, em abril deste ano, um ano de funcionamento integral 24 horas. Isso mostra que os investimentos ocorreram não apenas no aeroporto, mas também no trato dos resíduos sólidos de Parintins”, disse o diretor do aeroporto Paulo Pessoa.

O diretor informou que o aeroporto Júlio Belém recebeu na tarde da última quinta-feira (19) uma Força-Tarefa envolvendo a Prefeitura de Parintins, Gol Linhas Aéreas, Tucunaré Turismo e Quality para dotar o aeroporto com equipamentos exigidos pela Anac. Entre os insumos utilizados no carro de combate a incêndio, o aeroporto de Parintins recebeu o líquido gerador de espuma indicado pela Anac para uso exclusivo em atividades de segurança aeronáutica.

De acordo com Paulo, o processo faz parte da preparação ao aeroporto de Parintins para o festival quando centenas de operações de pousos e decolagens estão previstas. “Este ano teremos em torno de 52% no número de voos em relação ao ano passado”, completa.