A Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados do Município de Manaus (Ageman) notificou a concessionária Manaus Ambiental para que a empresa resolva, de forma definitiva, o problema de falta d´água no Parque Mauá, bairro Mauazinho, zona Leste de Manaus.

Equipes da Ageman estiveram na localidade e constataram que os moradores ficam desabastecidos por até cinco horas por dia. O problema está centralizado nas ruas Raimundo Monteiro, Circular, Eurídice Cruz e Alfredo Nascimento. Todas as famílias estão cadastradas junto à concessionária e, mesmo com o abastecimento irregular, a cobrança permanece.

A empresa chegou a realizar várias ações nas vias na tentativa de sanar o problema, mas a baixa pressão e o desabastecimento continuam prejudicando os moradores. “Se a empresa sabe que o problema persiste, deve atuar de forma mais eficiente. Os moradores estão cadastrados, estão pagando suas contas e o serviço precisa ser contínuo. Estamos notificando a concessionária para que apresente um plano de ação, a fim de corrigir essas falhas em até 10 dias, conforme prevê o contrato de concessão”, explicou o diretor-presidente da Ageman, Fábio Alho.

O Parque Mauá é abastecido pela Estação de Tratamento de Água (ETA) Mauazinho.