Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Realizar uma grande Audiência Pública no município de Coari (a 363 km de Manaus) para discutir a situação da contratação da mão de obra regional pelas empresas que prestam serviços à Petrobras naquele município é o objetivo da ação institucional entre a deputada estadual Alessandra Campêlo (MDB) e o vereador Sassá da Construção Civil (PT).

 Em reunião na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam) na tarde da última quinta-feira (17), Alessandra enfatizou que o esforço dos poderes legislativos do Estado e município, além dos trabalhadores e das entidades de representação da categoria, é reunir forças com o Ministério Público do Trabalho (MPT), a Secretaria Estadual de Meio Ambiente, o Instituto de Proteção Ambiental e outros órgãos envolvidos com o tema no sentido de garantir a empregabilidade da mão de obra regional em grandes empreendimentos. A data da atividade ainda será definida pelos parlamentares nos próximos dias.

Sassá, que também preside o Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil, Montagem e Manutenção Industrial, Construção e Montagem de Gasodutos e Oleodutos e Engenharia Consultiva de Manaus (Sintracomec-AM), disse que a reunião com a deputada é a continuidade da audiência pública realizada no dia 20 de abril no plenário Ruy Araújo da Assembleia Legislativa.

“Depois daquela grande mobilização da categoria na Assembleia, as empresas procuraram o sindicato e começaram a valorizar a mão de obra local, abrindo mais de 200 vagas de emprego somente nas obras de modernização da Refinaria de Manaus. A expectativa até setembro é a abertura de cerca de 1.500 vagas, ou seja, aquela ação da deputada Alessandra, da Câmara Municipal por meio do nosso mandato e do MPT já vem surtindo efeito positivo para os trabalhadores do Amazonas que vinham buscando oportunidade”, destacou o veador do PT.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •