Alessandra Campêlo vai ao Ministério Público pedir cumprimento do reajuste dos PMs - Fato Amazônico

Alessandra Campêlo vai ao Ministério Público pedir cumprimento do reajuste dos PMs

O anúncio do governador do Estado, José Melo (PROS), de que o Amazonas não concederá reajuste salarial aos servidores até que a economia comece a dar sinais de recuperação, foi o foco do pronunciamento da deputada estadual Alessandra Campêlo (PCdoB), no plenário da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), na manhã desta terça-feira (28). A parlamentar saiu em defesa dos policiais militares que estariam com suas promoções prestes a acontecer, mas foram suspensas.

Alessandra Campêlo disse que vai dar entrada em uma ação no Ministério Público do Estado (MPE), com a finalidade de garantir a promoção dos PMS, que têm seus direitos garantidos em lei. “Se tem que fazer cortes que façam começando pelas empresas que prestam serviço ao Estado e não no salário dos policiais, que ganham pouco e estão nas ruas defendendo a população”, mencionou.

A deputada entende que a arrecadação do Estado caiu, em decorrência dos impactos da crise econômica brasileira, e que o governo não pode ultrapassar o limite máximo da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), porém defende que se dê um aumento proporcional. “Não pode é dar aumento zero, tendo em vista que os policiais tem família para dar de comer e beber”, frisou.