Amazonino Mendes determina estudos para a reforma e ampliação do Hospital de Manacapuru - Fato Amazônico

Amazonino Mendes determina estudos para a reforma e ampliação do Hospital de Manacapuru

O governador Amazonino Mendes determinou à Secretaria Estadual de Saúde (Susam) a realização de estudos para a reforma e ampliação do Hospital Geral Lázaro Reis e Maternidade Cecília Cabral, de Manacapuru, município a 73 quilômetros de Manaus. As duas unidades, que funcionam de forma improvisada em um mesmo complexo hospitalar, possuem juntas 66 leitos para atender, além dos 94 mil habitantes de Manacapuru (censo 95), que é município polo do sistema de saúde, a população do entorno –  Novo Airão, Iranduba, Manaquiri, Anori, entre outros.

Em visita recente à unidade, o secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, constatou as condições precárias de atendimento e disse que o governador Amazonino Mendes determinou que os estudos sejam feitos o mais breve possível. “Heroicamente, as pessoas estão trabalhando aqui com muita dificuldade”, disse o secretário.

A visita foi acompanhada pelo prefeito Beto Dângelo, pela secretária de Saúde Adjunta do Interior, Edylene Pereira, por técnicos do setor de engenharia da Susam e  das áreas de saúde e engenharia da Prefeitura de Manacapuru. “Vamos apresentar ao governador, no menor tempo possível, o projeto de  reconstrução dessa unidade, enquanto não vem o grande sonho que é a unidade nova”, destacou Deodato.

Será necessário, segundo ele, recuperar uma ala inteira que foi construída anteriormente, mas que não está sendo utilizada por problemas de engenharia, além de construir um novo pavilhão, tudo isso por etapa, sendo um bloco por vez, para não prejudicar a rotina de atendimento. “Identificamos duas áreas precárias – a de emergência e a maternidade. Temos que buscar uma solução no menor tempo possível para a população de Manacapuru e os municípios ao redor, pois todos recorrem aqui, por ser um município polo”.

O prefeito Beto Dângelo reforçou as dificuldades que o município tem para prestar um serviço de saúde de qualidade. A gestão do Hospital Lázaro Reis é municipal, com apoio do Governo do Estado. “Eu estou muito feliz em ver a disponibilidade do secretário em vir à nossa cidade, para verificar a necessidade que o município passa em relação à saúde. Então, mais um motivo para agradecer e festejar. Será uma reforma digna para o povo manacapuruense. Não necessariamente algo paliativo, que a gente vai empurrar para frente não. É algo que vem modernizar o próprio prédio, otimizar os serviços para atender bem  a população”, disse Dângelo.

Susam vai repassar  R$ 2 milhões a hospitais do interior

Para reforçar as ações de saúde no interior, mais de R$ 2 milhões devem ser  repassados até quarta-feira (25) para unidades de saúde de 47 municípios do interior do Amazonas, segundo anuncio feito pelo secretário estadual de Saúde, Francisco Deodato, em reunião com prefeitos na última sexta-feira, 20 de outubro, na Secretaria de Estado de Saúde (Susam).

O repasse dos recursos estava atrasado devido ao bloqueio nas contas bancárias dos municípios. Os valores, provenientes do Ministério da Saúde, são destinados a pagamentos de recursos humanos, referentes aos meses de agosto e setembro, de profissionais que atuam em unidades hospitalares de gestão não plena. Ao todo, serão repassados R$ 2.089.143,42.

Serão contemplados os municípios de Alvarães, Amaturá, Anamã, Anori, Apuí, Atalaia do Norte, Autazes, Barcelos, Barreirinha, Beruri, Boa Vista do Ramos, Boca do Acre, Caapiranga, Canutama, Carauari, Careiro Castanho, Codajás, Eirunepé, Envira, Guajará e Ipixuna.

Também receberão recursos as unidades hospitalares de Iranduba, Itamarati, Itapiranga, Japurá, Juruá, Jutaí, Lábrea, Manaquiri, Manicoré, Maraã, Nhamundá, Nova Olinda do Norte, Novo Airão, Novo Aripuanã, Pauini, Rio Preto da Eva, Santa Isabel do Rio, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, São Sebastião do Uatumã, Silves, Tapauá, Tonantins, Uarini, Urucará e Urucurituba (sede).