Amazonio terá de escolher entre os advogados Délcio Santos, Jorge Pinho e Sílvio Costa o 26° desembargador do Tribunal de Justiça - Fato Amazônico


Amazonio terá de escolher entre os advogados Délcio Santos, Jorge Pinho e Sílvio Costa o 26° desembargador do Tribunal de Justiça

Os advogados Délcio Santos (22 votos), Jorge Pinho (10 votos), Sílvio Costa (10 votos) serão os nomes que serão encaminhados ao governador Amazonino Mendes que escolherá quem será o 26° desembargador do Tribunal de Justiça do Amazonas.

A escolha aconteceu na manhã desta quarta-feira em sessão extraordinária do pleno do Tribunal de Justiça do Amazonas da composição da lista tríplice que será enviada para o governador.

Amazonino terá 20 dias subsequentes para fazer a sua escolha e comunicar o nome do novo desembargador ao Tribunal de Justiça. O governador pode escolher qualquer um dos nomes, independente da votação.

Muitos falam que o advogado Délcio Santos, que há anos militar na Justiça Eleitoral, é o mais cotado pata ocupar a vaga, por ter vários “padrinhos” políticos, a maioria deles hoje ligado a Amazonino Mendes.

Mas, outros afirmam que a disputa deverá ser acirrada. Jorge Pinho, que é ex-procurador do estado é um forte, uma vez que já foi procurador quando Amazonino Mendes foi governador.

Silvio Costa, também tem seus padrinhos políticos e de acordo com fontes pesa também na balança.

Além deles, figuravam na lista Francisco Charles Garcia, Carlos Alberto Ramos Filho e Alberto Bezerra. A lista sêxtupla saiu de uma eleição entre os advogados do Amazonas, realizada no último dia 26 de maio. 

Délcio Santos é o mais votado na lista sêxtupla do Quinto Constitucional para vaga de desembargador