Anderson Silva foi operado e ficará parado de três a seis meses, brasileiro pediu desculpas - Fato Amazônico




Anderson Silva foi operado e ficará parado de três a seis meses, brasileiro pediu desculpas

O ex-campeão dos pesos médios do UFC, Anderson Silva foi operado na madrugada deste domingo para reparar a fratura na perna esquerda sofrida na luta contra Chris Weidman, em Las Vegas. Tudo correu bem na cirurgia e foi inserido um pino intramedular na tíbia esquerda do lutador. A fíbula quebrada foi estabilizada e não precisará de cirurgia separada. De acordo com comunicado ele ficará internado por pouco tempo, mas não precisará de outra cirurgia no momento. O tempo de recuperação é de três a seis meses para este tipo de operação.

No Twitter, Anderson Silva, se manifestou dizendo: "Brasil, sinto muito, não queria ter desapontado vocês. Dei o meu melhor, eu juro". A respeito de sua aposentadoria, Anderson, não quis falar, disse que irá assim que deixar o hospital ficará com sua família para decidir o seu futuro e pediu privacidade.

No comunicado do UFC, diz ainda que "a cirurgia foi um sucesso e foi conduzida pelo Dr. Steve Sanders, cirurgião ortopédico do UFC, que inseriu uma haste intramedular na tíbia esquerda. A fíbula quebrada foi estabilizada e não precisará de cirurgia à parte".

A fratura levou o brasileiro à derrota por nocaute técnico diante de Weidman, que havia tirado o cinturão de Anderson ao nocauteá-lo em julho. Mantido como campeão dos pesos médios do UFC, o norte-americano deve defender o cinturão contra o também brasileiro Vitor Belfort, que pretende marcar o duelo para fevereiro.