A Justiça de Minas Gerais determinou o bloqueio de mais R$ 5 bilhões da Vale para garantir auxílio às vítimas do desastre de Brumadinho (MG). O pedido foi feito pelo Ministério Público estadual.

Esse é o terceiro pedido de bloqueio de valores das contas da empresa. No sábado (26), o MP solicitou outros R$ 5 bilhões para reparação de danos ambientais. Um pouco mais cedo no mesmo dia, a Advocacia-Geral de Minas Gerais entrou com pedido de R$ 1 bilhão para prestar socorro às vítimas. Isso faz com que a Vale tenha, agora, R$ 11 bilhões bloqueados.

O rompimento da estrutura da barragem 1 atingiu na última sexta (25) a cidade de Brumadinho (MG), liberando 13 milhões de metros cúbicos de rejeitos no rio Paraopeba, que passa pela região. O desastre deixou ao menos 37 mortos e 287 desaparecidos.

As buscas, que haviam sido suspensas depois que a empresa emitiu uma alerta, às 5h30 deste domingo (27), de que outra barragem estava na iminência de se romper, foram retomadas na parte da tarde quando o risco diminuiu.

Os moradores, evacuados pelos bombeiros e pela Defesa Civil, foram autorizados a voltar para suas casas. (Folha de S.Paulo)