Assessores de gestão iniciam trabalhos nas escolas municipais na próxima terça-feira - Fato Amazônico

Assessores de gestão iniciam trabalhos nas escolas municipais na próxima terça-feira

A Secretaria Municipal de Educação (Semed) capacitou durante quatro meses, cerca de 90 professores para que atuem como assessores de gestão nas escolas. Na manhã desta quinta-feira, 08, no auditório da Divisão de Desenvolvimento Profissional do Magistério (DDPM), esses profissionais iniciaram a última etapa do curso de formação e começam a atuar na nova função na próxima terça-feira, 13. A medida deve elevar os índices educacionais das escolas da rede municipal de ensino.

Na ocasião, foram debatidos os procedimentos e as primeiras atribuições que os assessores de gestão realizarão nas escolas.

“O objetivo desse encontro é alinhar com os assessores de gestão quais as posturas que eles têm que ter nas escolas, quais principais atividades que eles irão conduzir e repassar formulários, para que todos saibam o que devem fazer em cada unidade de ensino. Na escola, eles vão sentar com os diretores e identificar o que impede aquela escola de alcançar índices educacionais melhores. Depois de identificar as causas, irão buscar a solução”, explicou a consultora do Instituto Aquila, Michelle Souza.

O secretário de Educação, Humberto Michiles, acredita que os assessores de gestão serão uma ponte entre as escolas e a Semed, o que intermediará com rapidez a solução dos problemas identificados. Segundo Micheles, Manaus deverá ficar entre as 10 capitais mais bem avaliadas no Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (Ideb) de 2016 após a implantação do novo modelo.

“A Semed investiu na formação desses assessores de gestão que, em tese, implantarão nas escolas uma metodologia com eficácia comprovada e testada em outros Estados. Eles irão facilitar o processo de gestão. Cada assessor vai, juntamente com o gestor e professores, discutir e implementar mudanças para que possamos melhorar a qualidade da educação em Manaus”, disse.

Lucila Reis trabalha há 10 anos como professora da Semed e a partir de agora atuará como assessora de gestão. Ela acredita que a experiência em sala de aula ajudará a encarar as dificuldades com mais propriedade.

“Nós (professores) conhecemos bem as peculiaridades da escola e por isso, sabemos que vamos contribuir nessa parceria. É uma nova visão de gestão e tem ligação com organização e compromisso. Assim chegaremos ao objetivo que é colocar a Semed no top 10 no próximo Ideb”, comentou Lucila.