Compartilhe
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares

Realizada pela primeira vez no meio do ano, a 4a edição da Colônia de Férias para Pessoas com Deficiência (PCD), teve início ontem (28/6), na Minivila Olímpica do Coroado, zona Leste. As atividades têm como objetivo estimular e fortalecer a inclusão por meio da prática esportiva para pessoas que possuem algum tipo de limitação.

O evento é uma realização da Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel) e do Fundo Manaus Solidária. O encerramento da colônia acontecerá neste sábado, 30, com uma festa junina, no Parque Cidade da Criança, no Aleixo, zona Centro-Sul.

Mais de 300 pessoas, entre pais e filhos, prestigiaram a abertura das atividades. A colônia desta quinta-feira contou ainda com práticas voltadas ao desenvolvimento cognitivo dos participantes, com atividades como, pintura e criação de desenhos na sala pedagógica, circuito motor, recreação na piscina e aula de capoeira, ao fim da programação todos receberam lanches.

“Essas atividades são necessárias para incluir as pessoas com deficiência na sociedade e mostrar, por meio do esporte, da solidariedade e da inclusão, que elas são capazes de ter uma vida normal e saudável dentro do âmbito familiar e social”, ressaltou o secretário da Semjel, João Carlos, sobre as atividades da colônia de férias.

Para a dona de casa Andreza Araújo, 33, as atividades realizadas na Colônia de Férias ajudam o seu filho Marcos Araújo, 4, diagnosticado com Transtornos do Espectro Autista (TEA), a desenvolver melhor as atividades praticadas em seu dia a dia.

“Eu notei uma grande diferença em meu filho depois que ele começou a participar com frequência das colônias. E eu, é claro, fico muito feliz por ele está percebendo as mudanças, mesmo que mínimas, no dia a dia dele”, observou.A psicóloga Suelen de Oliveira, 30, notou a diferença no desenvolvimento de sua filha Natalia de Oliveira, 2, também diagnosticada com Transtornos do Espectro Autista (TEA).

“Apesar dela ter dois anos de idade, já deveria estar falando, mas as atividades da colônia de férias e as realizadas diariamente nos centros esportivos, estão ajudando no desenvolvimento”, informou.

Coordenadora do Programa ‘Viva as Diferenças’, da Semjel, a professora Wiviane Oliveira destacou que tanto as atividades realizadas nos centros esportivos, quanto na colônia de férias são importantes para o desenvolvimento das crianças.

“Nós acompanhamos boa parte dessas crianças há anos, diariamente, com as atividades nos centros e é bem nítido o desenvolvimento delas com essas atividades. A gente pode dizer que a Prefeitura de Manaus tem olhado por elas e ajudado em seus desenvolvimentos”, destacou.


Compartilhe
  • 2
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    2
    Shares