Autor de triplo homicídio em comunidade de Itacoatiara é condenado a 41 anos de reclusão - Fato Amazônico

Autor de triplo homicídio em comunidade de Itacoatiara é condenado a 41 anos de reclusão

O Conselho de Sentença da 1ª Vara da Comarca de Itacoatiara, do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), julgou e condenou na última quarta-feira (20), Salmo Guedes Vieira por um triplo homicídio, triplamente qualificado, ocorrido em 2013. Ao final da sessão de julgamento, que terminou por volta das 20h, a juíza titular da 1ª Vara de Itacoatiara Dinah Câmara Fernandes de Souza, aplicou ao réu a pena de 41 anos de reclusão, em regime fechado, sem direito a recorrer da sentença em liberdade.

O Ministério Público do Estado do Amazonas esteve representado pelo promotor de justiça Leonardo Abinader Nobre. O defensor público Diego Luiz Castro Silva atuou na defesa do réu.

Salmo Guedes Vieira cometeu o triplo homicídio na madrugada do dia 8 de fevereiro de 2013, na comunidade Centro da Floresta, rio Ururiá, zona rural de Itacoatiara. De acordo com o inquérito policial que originou a denúncia apresentada pelo Ministério Público, Salmo desferiu vários golpes de terçado em Marecildo da Silva Rodrigues, Ozimar Castro Peixoto e um terceiro homem conhecido como Paulinho.

Após a instrução em plenário, o Conselho de Sentença considerou o réu culpado, sendo condenado pelo crime previsto no art. 121, parágrafo segundo, incisos II, III, IV, por duas vezes e art. 121, parágrafo segundo, incisos II e III, combinados com o art. 69, todos do Código Penal. Ao proferir a sentença, a magistrada considerou as circunstâncias judiciais, qualificadoras reconhecidas pelos jurados, atenuante de o réu ter menos de 21 anos à época do crime e o concurso material de crimes.

Esta foi a segunda sessão do Tribunal do Júri realizada pela 1ª Vara da Comarca de Itacoatiara neste ano. Mais dois processos serão julgados nesta semana, sendo um nesta quinta (21) e o outro na sexta-feira (22). Todos os processos são de crimes de homicídios cometidos em 2013.