As autoridades do estado de Delaware, nos Estados Unidos, detectaram nesta quinta-feira (25/10), um segundo pacote suspeito enviado à residência do ex-vice-presidente Joseph Biden, depois de interceptar outro nesta manhã com o mesmo endereço, o qual seria o décimo artefato dirigido a figuras democratas.

O segundo pacote com Biden como destinatário foi localizado em um escritório postal de Wilmington, perto da casa do ex-vice do ex-presidente democrata Barack Obama (2009-2017), segundo informaram meios de comunicação locais.

A detecção deste segundo aparelho aconteceu uma hora depois que o FBI (polícia federal americana) e as autoridades locais encontraram um primeiro pacote dirigido a Biden em New Castle, outra cidade do estado de Delaware.

No começo da manhã, a polícia de Nova York anunciou que está investigando um pacote suspeito dirigido ao ator americano Robert de Niro que tinha sido enviado a um edifício da sua propriedade na cidade.

O artefato suspeito enviado ao ator, um crítico ferrenho do atual presidente dos EUA, Donald Trump, foi retirado da propriedade sem a necessidade de evacuar a área, de acordo com a imprensa local.

Estes incidentes aconteceram depois que nos dois últimos dias foram detectados outros pacotes enviados ao ex-presidente Obama e à ex-secretária de Estado Hillary Clinton, embora sem risco que chegassem a ser abertos diretamente por eles, assim como ao filantropo Georges Soros e à rede de televisão “CNN”, entre outros. (EFE)