Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

A quantidade ninguém sabe ao certo. Uns falam em 100; outros em 50. Enfim… O certo, mesmo, é que, neste final de ano, várias servidores aprovados em Processo Seletivo e contratados pela prefeitura de Manacapuru, sob regime CLT, foram demitidas pelo prefeito do município, Beto D’ângelo (ver fac-símmile abaixo).

De acordo com o vereador Alex Bezerra (PTB) que, em vídeo, fez enfática denúncia sobre o problema, Beto D’ângelo começou a demitir e, ao mesmo tempo, a contratar outras pessoas – todas elas apadrinhadas do prefeito. O contrato, segundo o vereador, teria duração de uma ano.

“Esse é o presente de Natal antecipado que a prefeitura de Manacapuru está dando aos celetistas. Uma total demonstração de falta de planejamento, falta de organização e de respeito com esses cidadãos”, critica Alex Bezerra. “Essa é uma decisão lamentável”, completa.

Ainda segundo Alex Bezerra (ver vídeo), a decisão do prefeito em demitir tanta gente num momento de extrema dificuldade para a vida do brasileiro, teria sido motivada por falta de recurso.

“Se não tinha dinheiro para pagar por que então autorizou o Processo Seletivo? indaga o parlamentar que prometeu apurar os reais motivos das demissões e levar para o conhecimento dos órgãos competentes para averiguações de possíveis atos de improbidade administrativa.

O prefeito inviabilizou a vida dessas pessoas. Todos, de alguma foram, se endividaram e agora não sabem o que fazer porque o prefeito resolveu excluí-la do mercado de trabalho”, condena.


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •