O deputado estadual Delegado Péricles (PSL) fez uma visita, na tarde da quinta-feira (21), ao comandante geral do Corpo de Bombeiros do Amazonas, coronel Danizio Valente. No encontro, o deputado reforçou a importância da categoria e recebeu reivindicações para melhoria dos trabalhos do efetivo, sendo a principal delas, a realização de um concurso público para o aumento do efetivo.

“O Corpo de Bombeiros também faz parte do sistema de Segurança Pública e precisa ser estruturado. A principal reivindicação que o comandante me passou é a realização urgente de um concurso público, pois há 15 anos não é realizado e o efetivo está defasado. Vamos levar a reivindicação ao governador e ver o que pode ser feito”, destacou o deputado.

Ainda de acordo com o delegado Péricles, projetos estão sendo trabalhados no intuito de aprimorar o sistema de segurança e o Corpo de Bombeiros também será contemplado. “Essa instituição é tão importante quanto as outras. Ela não pode ser lembrada apenas quando há um incêndio ou qualquer outra fatalidade, mas precisa ter uma boa estrutura para que, quando solicitada, esteja presente e com todo aparato técnico à disposição”, explicou o deputado.

Segundo dados repassados pelo coronel Danizio, atualmente o efetivo é de 691 militares para atender todos os 61 municípios do Estado e a capital. Entre as reivindicações também estão a Lei de Organização Básica (LOB) e a Lei de Promoções.

Delegado acompanha tratativas sobre sistema penitenciário

O deputado delegado Péricles participou, na manhã de quinta-feira (21), da reunião com o tenente-coronel Marcus Vinícius, secretário de administração penitenciária do Estado, para tratar sobre o contrato emergencial com a empresa Umanizzare e, ainda, dos detalhes de processo licitatório, previsto para maio deste ano. A reunião foi na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam),

“O secretário falou sobre a importância considerada ao optar por um contrato emergencial e apresentou informações sobre o processo licitatório. Nós vamos acompanhar esse trabalho. É importante que outras empresas participem do processo licitatório”, ressaltou o deputado.

Como vice-presidente da Comissão de Segurança Pública da Casa, o delegado pediu que o secretário apresentasse pontos sobre o sistema penitenciário do Estado.

“O secretário trouxe questões quanto à dificuldade da prestação do serviço de fiscalização, que eles têm trabalhado para mudar a cara mudar do sistema penitenciário que é tão ruim. Com planejamento, ele deve e precisa ser melhorado”, finalizou.