Viviane Araujo esbanjou beleza e samba no pé à frente da bateria do Salgueiro na madrugada desta segunda-feira (04). Dois dias depois de representar a Mancha Verde em São Paulo, a intérprete de Neide em “O Sétimo Guardião” cruzou a Sapucaí como Borboleta de Oyá. A fantasia, que contava com asas que se mexiam e duas mechas de cabelo com mais de um metro cada, faz referência a uma das mudanças da Iansã para agradar Xangô, orixá homenageado no enredo da agremiação carioca.

‘Nunca vou deixar o Carnaval’, afirma Viviane

Dona de uma rotina intensa, a artista não pensa em tirar o Carnaval de sua agenda. “Acho que nunca vou deixar o Carnaval, mas como rainha uma hora vou ter que parar. Mas sem previsão por enquanto. Essa semana eu tive folga e fiquei bem tranquila. O pessoal da novela sabe o quanto esse momento é importante na minha vida”, argumentou Viviane, disciplinada nos treinos para exibir uma silhueta definida no desfile. Às vésperas da folia, entretanto, o descanso é a palavra de ordem, como contou na web.

“Eu fico deitada aqui, tento repousar o máximo que eu posso, mas o samba está sempre aqui. Fico bem tranquila, mas toda hora vem um frio na barriga. Queria muito agradecer o carinho e as boas energias de vocês”. (MSN/Por Marilise Gomes)