Os brasileiros que disputam a Pré-Libertadores, não se deram bem na estreia da competição nesta quarta-feira. Jogando na altitude de Quito, o Botafogo parece ter sentido a ausência de Seedorf e acabou perdendo para o Deportivo Quito por 1 a 0. Já o Atlético-PR caiu diante de 2 a 1 diante do Sporting Cristal-PER.

O Botafogo saiu do Estádio Olímpico Atahualpa atrás do placar, porém, o resultado poderia ser pior. O Fogão fez uma partida irreconhecível, poderia ter levado mais, mas chega no Brasil com totais condições de reverter a situação e carimbar a vaga para a fase de grupos da Copa Libertadores da América, em partida que está marcada para o dia cinco de fevereiro, às 22h, no Estádio do Maracanã.

Para se garantir na próxima fase, o Botafogo terá que vencer por dois gols de diferença. Caso vença por 1 a 0, a decisão sairá nos pênaltis. Vantagem para o Deportivo Quito, que jogará pelo empate. O clube equatoriano não perde na estreia da competição há 16 anos. Já são 21 sem derrotas.

Furacão

O Atlético-PR, por sua vez, também não teve a estreia que desava, mas conseguiu ao menos fazer um gol fora de casa, no Estádio Nacional do Peru, que faz com que o Furacão possa vencer pelo placar mínimo para se garantir na próxima fase. Na noite desta quarta-feira, o clube paranaense acabou derrotado por 2 a 1.

A fase de grupos ficou distante, mas assim como o Botafogo, o Atlético-PR tem totais condições de reverter o resultado, em partida marcada para dia cinco de fevereiro, às 22h, no Estádio Durival de Britto. Caso conquiste o placar mínimo, o Fucarão carimba a vaga. O empate favorece ao Sporting Cristal. Agora, se o clube paranaense vencer por 2 a 1, a partida irá para os pênaltis.

Porém, o Atlético-PR não é nem de longe o time sensação do Campeonato Brasileiro da temporada passada. O Furacão perdeu peças importantes para a Libertadores como o técnico Vágner Mancini, além de Delatorre e Paulo Baier. O gol desta noite foi marcado pelo artilheiro Éderson.