Brasileiro de Submission Fighting ADCC foi sucesso e franquia confirma retorno em 2015 - Fato Amazônico

Brasileiro de Submission Fighting ADCC foi sucesso e franquia confirma retorno em 2015

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), realizou neste fim de semana, 10 e 11, o 1º Campeonato Brasileiro Regional de Submission Fighting ADCC, no Ginásio Isaac Bezencry do Centro de Ensino Literatus (CEL), avenida Constantino Nery, 3693, Chapada, zona Centro-Sul de Manaus.

O evento teve início na última sexta-feira, 9, com um seminário sobre a modalidade e encerrou neste domingo, 11, com a definição dos vencedores de cada categoria. De acordo com a organização da franquia, 216 lutadores participaram dos três dias de competições.

Para o atleta da academia Checkmat, Tony Ferreira, campeão na categoria Profissional Master (até 88 kg), o torneiro serviu como um preparatório para o campeonato mundial, que também será sediado em Manaus.

“Estou muito feliz com esta conquista. O nível do torneio foi altíssimo e consegui o resultado esperado graças ao treinamento pesado que realizo na companhia dos melhores atletas de Submission de Manaus”, frisou Tony.

Categorias

O campeonato foi disputado em nove categorias, sendo Pré-Infantil, Infantil, Infanto, Pré- Juvenil, Juvenil, Júnior, Adulto, Master e Sênior, divididos pelos níveis: idade, iniciante, intermediário e profissional. Também contou com sete classes, de Ligeiro ao Super Pesado, nos naipes masculino e feminino. Todos os campeões nas respectivas categorias ganharam medalhas personalizadas e a categoria Adulto premiou os vencedores com um total de R$ 20.400 mil da seguinte forma:

– Profissional R$: 1.000,00 (1º lugar) R$: 500,00 (2º lugar) Feminino e Masculino

– Intermediário: R$: 500,00 (1º lugar) R$: 250,00 (2º lugar) Feminino e Masculino

– Iniciante: R$: 200,00 (1º lugar) R$: 100,00 (2º lugar) Feminino e Masculino

Homenagem

Pelo esforços realizados em prol do esporte amazonense, a organização do evento homenageou o mestre Oswaldo Alves, pioneiro do Jiu-Jítsu amazonense e o secretário da Secretaria Municipal de Juventude, Esporte e Lazer (Semjel), Elvys Damasceno.

Para o titular da Semjel, Elvys Damasceno, o evento serviu para mostrar ao público amazonense essa modalidade pouco difundida no Norte do Brasil, além de atrair os olhares para o mundial, que será realizado no próximo ano.