Câmara aprova a realização de seminário no Amazonas para discutir a revogação do estatuto do desarmamento - Fato Amazônico

Câmara aprova a realização de seminário no Amazonas para discutir a revogação do estatuto do desarmamento

O requerimento 08/2015, de autoria do deputado Marcos Rotta (PMDB-AM), o qual pede a realização de um seminário no Amazonas, para debater a proposta de revogação do estatuto do desarmamento, foi aprovado nesta terça-feira (28), pela comissão especial que discute o Projeto de Lei 3722/2012, que disciplina normas sobre aquisição, posse, porte e circulação de armas de fogo e munições.

Também foram aprovados requerimentos que pedem a realização de seminários no Rio Grande do Sul e em São Paulo. A proposta do presidente da comissão, deputado Marcos Montes (PSD-MG) é que esses eventos sejam realizados sob o comando dos deputados requerentes.

Na audiência da comissão, Rotta defendeu que a população amazonense precisa ter acesso ao inteiro teor da proposta de revogação do Estatuto do Desarmamento e que este seminário servirá para que os diferentes segmentos sociais tenham ciência e consciência das alterações sugeridas pelo Projeto de Lei. "O Amazonas e a Amazônia possuem peculiaridades e diferenciais, os quais precisam ser levados em consideração pelo relator e pelos membros da comissão especial", afirmou.

NA ALEAM

O deputado também ressaltou que a Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) está à disposição para realizar o seminário. "Eu conversei com o presidente (deputado estadual Josué Neto) e ele colocou aquela Casa à disposição da Câmara dos Deputados, para realizarmos esse importante evento", afirmou.

Rotta reafirmou o compromisso de ouvir entidades, associações e demais grupos sociais no Amazonas, para então emitir uma opinião favorável ou contrária à revogação do Estatuto do Desarmamento.