Campeonato Amazonense de Arrancada credencia pilotos na Confederação Brasileira de Automobilismo - Fato Amazônico

Campeonato Amazonense de Arrancada credencia pilotos na Confederação Brasileira de Automobilismo

A segunda etapa do Campeonato Amazonense de Arrancada, que acontecerá nos dias 6 e 7 de junho, na pista Amazonas Dragway, na estrada do município de Iranduba, marcará a entrada oficial da competição para o cenário nacional do automobilismo. O reconhecimento será realizado com a entrega de carteiras de filiação junto à Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA) aos 62 pilotos que participaram da primeira fase do campeonato.

O processo de cadastramento on-line dos pilotos participantes da etapa inicial da temporada 2015, finalizado no último sábado (9), junto à homologação da pista Amazonas Dragway pela Confederação Brasileira de Automobilismo (CBA), garante ao Campeonato Amazonense de Arrancada um lugar de destaque na comparação com outros estados. A disputa, inclusive, já foi eleita ano passado, por uma revista especializada, como a melhor do país em pista de ¼ milha (402 metros).

“Esse é um fato inédito para a modalidade no Amazonas, que concede respaldo jurídico ao piloto, além de algumas vantagens que estamos estabelecendo com nossos colaboradores. Daremos continuidade ao trabalho de federação ao longo das próximas etapas e quem não tirou a carteirinha vai poder tirar”, afirmou um dos organizadores do campeonato, Carlos Osga.

A segunda etapa do Amazonense de Arrancada também será a oportunidade para que os pilotos que não alcançaram uma boa marca se recuperem, além de tentar o título de recordista em uma das 22 categorias disputadas. A competição promete ser acirrada na categoria “Dragster Light”, protagonizada pelos experientes Mikya Takano, que conseguiu o melhor tempo na etapa inicial, e Luciano Bento, que venceu a temporada passada.

Outra disputa muito esperada é o “Desafio dos Importados”, que estreou no campeonato fazendo sucesso entre o público presente. Na categoria competem carros BMW, Mitsubishi Lancer, Nissan, Mustang, Mercedes, entre outros modelos importados.

Serão seis meses de campeonato divididos em cinco etapas. Ao final, serão definidos os vencedores do ano e os melhores terão seus nomes inseridos no ranking nacional do esporte.