Candidatos ao concurso do HGV sofreram para chegar ao local das provas devido ao engarrafamento de mais de 3 Km - Fato Amazônico

Candidatos ao concurso do HGV sofreram para chegar ao local das provas devido ao engarrafamento de mais de 3 Km

Elcimar Freitas – Os candidatos inscritos ao concurso público para lotação no Hospital Universitário Getúlio Vargas da Universidade Federal do Amazonas, organizado pelo Instituto Americano de Desenvolvimento (ISDES), sofreram para chegar a Universidade Nilton Lins, localizada no Parque das Laranjeiras, por conta de um imenso engarrafamento de aproximadamente 3 quilômetros, formado desde às 06h30 na estrada do Aeroclube (av. Nilton Lins).

O engarrafamento na Avenida Nilton Lins, ia desde a entrada na Torquato Tapajós até a faculdade, onde seriam realizadas as provas para as vagas no Hospital Universitário Getúlio Vargas.

Sem um agente do Manaustrans para coordenar o tráfego, o trânsito virou um verdadeiro caos e os mototaxistas conseguiram ganhar um troco. Os candidatos desesperados, temendo não conseguirem chegar a tempo desciam dos carros para pegarem as motos, e o que mais se via eram candidatos, caminhando revoltados com a falta de organização e alguns correndo pela estrada na tentativa de entrarem antes dos portões fecharem. “As provas foram marcadas para um único local e olha no deu, isso é uma falta de respeito. Se não chegar a tempo vou para Justiça”, disparou um candidato correndo na Avenida Nilton Lins.

Até uma viatura descaracterizada da Polícia Civil, um Voayge, de cor, cinza, estava no engarrafamento e a sirene foi ligada, ou era um candidato desesperado para chegar a Nilton Lins, ou algo muito importante estava acontecendo para ele estar no meio do congestionamento.