Em clima de comemoração nesta reta final do segundo turno, Wilson Lima, candidato a governador do estado pelo PSC, comandou nesta quarta-feira (24) uma carreata em Iranduba e Cacau Pirêra.

O líder de intenção de votos em todas pesquisas falou sobre importância do povo estar sinalizando mudança nas urnas. “A gente precisa de gente que saiba da nossa realidade, que conheça a nossa dor. Todas as vezes que sou atacado, eu apresento soluções”, garantindo que esse será o tom até o último dia das eleições.

Sobre a saúde no Estado, Wilson Lima reafirmou que o objetivo, de um possível governo, é diminuir o tempo de espera por consultas e exames. “Eu não vou sossegar enquanto não diminuir a fila da saúde, o problema não é falta de dinheiro, é falta de gestão, é falta de honestidade e de gente séria”.

A proposta de Wilson Lima para isentar motos de até 150 cilindradas do pagamento de IPVA e taxas está sendo aguardada com expectativa pelos mototaxistas, que acompanharam toda a carreata.

Wilson Lima fez duras críticas aos ataques sofridos por ele e o vice Carlos Almeida durante as eleições e disse estar satisfeito por ter feito uma campanha limpa, baseada em propostas para o Amazonas, ao contrário do candidato adversário. “O meu oponente abriu mão de fazer campanha para me atacar. Ele ataca a vontade do povo de mudança, de querer o novo, de mudar a realidade. Venceremos isso com a verdade, honestidade e decência”.

Apesar da idade, a senhora Lourdes da Silva, acompanhou de perto toda a movimentação em Iranduba. Ela mesma conta quantas vezes o oponente de Wilson Lima já teve a oportunidade de estar à frente da máquina pública. “Tudo isso que estão inventando contra o Wilson é uma falta de respeito. O Amazonino não fez nada pelo Cacau Pirêra. Agora nós queremos o novo e dia 28 de outubro, vamos todos votar 20”, enfatizou ela.

Trajetória

Durante o encontro com os moradores, Wilson lembrou das dificuldades do primeiro turno e da certeza de ter escolhido o melhor caminho. Com poucas parcerias, a candidatura de Wilson Lima tinha apenas 25 segundos para apresentar propostas no primeiro turno. “Quando eu coloquei meu nome à disposição, eu tive a oportunidade de seguir um caminho fácil, mas eu decidi seguir o caminho correto, o caminho da verdade. Tínhamos uma estrutura modesta e passamos do primeiro turno numa campanha limpa e honesta”, relembrou.