Migalhas – Só em 2013, os cartórios de notas das capitais brasileiras arrecadaram cerca de R$ 1,2 bi. Os valores são fornecidos pelas próprias serventias no sistema do CNJ, constituindo a receita bruta do período, ou seja, produto entre a quantidade de atos praticados e o valor de cada ato. Parte dessa receita é repassada a entidades ou órgãos, na forma da legislação estadual específica.

Migalhas apurou o total dos valores arrecadados até o momento pelas serventias extrajudiciais de notas nas capitais dos Estados mais o DF. Confira as cifras.

Estado

Cidade

Nº de cartórios

Arrecadação (R$)

SP

São Paulo

47

337.572.845,84

RJ

Rio de Janeiro

33

271.900.871,76

MG

Belo Horizonte

12

70.989.145,48

MS

Campo Grande

12

56.211.491,51

PB

João Pessoa

14

49.327.263,51

RS

Porto Alegre

14

47.360.668,29

MT

Cuiabá

9

46.770.288,11

DF

Brasília

5

40.381.573,27

GO

Goiânia

13

38.182.873,55

RN

Natal

8

34.497.198,96

PR

Curitiba

32

31.611.672,44

CE

Fortaleza

10

29.209.241,74

PE

Recife

16

27.104.278,84

SE

Aracaju

8

25.239.990,39

ES

Vitória

7

20.537.716,92

PI

Teresina

6

17.591.260,97

SC

Florianópolis

18

16.716.101,71

BA

Salvador

16

16.350.832,98

AM

Manaus

10

14.000.237,28

PA

Belém

10

10.947.647,36

AL

Maceió

19

8.681.479,80

TO

Palmas

4

7.912.387,31

RO

Porto Velho

7

7.166.564,19

MA

São Luís

8

6.499.078,87

AC

Rio Branco

5

2.591.572,49

RR

Boa Vista

3

1.504.050,10

AP

Macapá

4

751.155,00

Fonte Migalhas

Total

1.237.609.488,67

O cartório campeão de arrecadação é o 15º Ofício de Notas do RJ, com mais de R$ 37 milhões. Logo depois, o 14º Tabelionato de Notas de SP, com R$ 28 mi, seguido pelo cartório de João Pessoa/PB Eunapio Torres Serviço Notarial e Registral, com mais de R$ 26 mi de arrecadação.

Estado Cidade Cartório Arrecadação (R$)
RJ Rio de Janeiro 15° Ofício de Notas da Comarca da Capital do Estado do Rio de Janeiro 37.719.871,26
SP São Paulo 14º Tabelionato de Notas 28.436.760,43
PB João Pessoa Eunapio Torres Serviço Notarial e Registral 23.647.078,32
MS Campo Grande 1º Serviço Notarial e de Registro de Imóveis da 1ª Circunscrição 17.145.845,58
RN Natal Natal Cartório 7º Ofício de Notas 17.042.791,30
MG Belo Horizonte Cartório do 1° Ofício de Notas de BH 13.890.786,57
MT Cuiabá Cartório do 6º Oficio de Cuiabá 13.873.511,95
SE Aracaju Cartório do 5º Ofício da Comarca de Aracaju 12.280.167,03
DF Brasília 1º Oficio de Notas e Protesto de Brasília 12.038.614,21
PE Recife 8º Ofício de Notas do Recife 11.750.013,62
PI Teresina 2º Ofício de Notas e Registros 11.226.916,30
CE Fortaleza Fortaleza 4º Ofício de Notas 10.970.220,73
RS Porto Alegre 5º Tabelionato de Notas – Serviço Notarial Manica 10.110.481,33
ES Vitória Vitoria Cartório do Registro Civil das Pessoas Físicas, Jurídicas e Tabelionato de Notas 10.028.716,52
GO Goiânia 2º Registro Civil e Tabelionato de Notas 5.262.737,36
BA Salvador Cartório do 6º Ofício de Notas 4.396.462,32
TO Palmas Tabelionato de Notas de Palmas 4.255.038,73
SC Florianópolis 4º Ofício de Notas e 4º Ofício de Protestos 3.551.262,23
PR Curitiba 8º Tabelionato de Notas 3.189.959,63
PA Belém Cartório Givaldo Araujo 3.118.050,70
AM Manaus 2º Tabelionato de Notas 2.770.717,75
AL Maceió Alagoas Cartório 6º Ofício 2.316.001,16
MA São Luís 2° Ofício de Notas 2.660.754,92
RO Porto Velho 3º Ofício de Registro Civis das Pessoas Naturais e Tabelionato de Notas 2.187.501,62
AC Rio Branco 3º Tabelionato de Notas e 3º Ofício do Registro Civil das Pessoas Naturais da Comarca de Rio Branco 1.134.198,56
RR Boa Vista Cartório do 2º Ofício – Ciscunsc Judiciária de Roraima 854.200,60
AP Macapá 2º Ofício de Notas e Anexos 751.155,00
Fonte Migalhas

Na última sexta-feira, foram divulgados valores dos dos cartórios de registro de imóveis das capitais brasileiras. Só em 2013, a arrecadação dessas serventias foi de pelo menos R$ 1,3 bi. Em SP, o 11º Oficial de Registro de Imóveis teve uma receita bruta de mais de R$ 82 mi. Na capital fluminense, o 9º Ofício de Registro de Imóveis faturou mais de R$ 80 mi.