Casal é preso no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes com celulares sem notas fiscais - Fato Amazônico

Casal é preso no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes com celulares sem notas fiscais

O autônomo Leonilton Rodrigues Silva, 30, e a companheira dele Carla Cristina Barbosa, 26, foram presos no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, por agentes da Polícia Federal no momento em que eles tentavam embarcar para Belém com vários celulares sem notas fiscais.

O casal foi conduzido à Delegacia Especializada em Crimes Contra o Turista, onde de acordo com o investigador que colaborou com as prisões, agentes realizavam fiscalização de rotina no momento que foi determinado que a companhia aérea apresentasse as malas de alguns passageiros para a revista, nas malas de Leonilton e Carla, havia 13 celulares, que não possuíam notas fiscais.

Na abordagem policial o casal se identificou aos agentes como sendo Gefson e Michele. Durante as oitivas eles alegaram que usavam outros nomes para não serem presos, e que estavam em Manaus para vender ingressos como “cambistas” de um show que foi realizado no último sábado na cidade, e que eles trocavam os ingressos pelos celulares.

O inquérito policial foi remetido ao Delegado Titular do 20º Distrito Integrado de Polícia (DIP), Paulo Benelli, para serem concluídos os procedimentos cabíveis. A autoridade policial destacou que possivelmente o casal vinha a Manaus comprar celulares roubados para serem revendidos em Belém a R$ 600 cada.

“Agora a Polícia Civil está tentando chegar aos donos dos celulares, para assim analisarmos as circunstâncias do fato, e assim sabermos se os aparelhos foram roubados ou furtados”, declarou o Titular do 20º DIP.

Leonilton e Carla foram autuados em flagrante por receptação qualificada (Artigo 180 do Código Penal Brasileiro). O casal foi encaminhado na última segunda-feira (7) à Cadeia Pública Desembargador Raimundo Vidal Pessoa, onde irão aguardar julgamento.