O goleiro Cássio acha que a situação do Corinthians não é preocupante no Campeonato Brasileiro. Apesar da derrota para o Botafogo por 1 a 0 no domingo, no Engenhão, o time está próximo de sair da parte de baixo da tabela e ainda em tempo de sonhar com uma vaga para a Libertadores.

“Não temos que nos apavorar com essa situação. Duas vitórias a gente se livra disso. Se ganhasse (do Botafogo) a gente estaria a quatro pontos da equipe que é a primeira da pré Libertadores. Tem o clássico agora, temos que buscar a vitória, pensar jogo a jogo. Tentar melhorar, errar o mínimo possível e pontuar”, disse o capitão da equipe.

O Corinthians caiu para a 12ª colocação, com 39 pontos, com o término da 32ª rodada, mas continua a cinco pontos de distância da zona de rebaixamento. No próximo sábado, o time do técnico Jair Ventura terá o clássico contra o São Paulo, na Arena.

Para Cássio, a equipe precisa prestar mais atenção nas bolas alçadas na área. “Tomamos gol de bola parada (contra o Botafogo). Temos que melhorar isso, precisamos ter mais atenção. Mas não faltou vontade e dedicação”, afirmou.

Para a próxima partida, o Corinthians deve contar com os retornos do meia Jadson e do volante Douglas. O primeiro se recupera de lesão na panturrilha direita e o outro sofreu uma pancada na coxa no último treino antes do duelo com o Botafogo e foi vetado pelo departamento médico.

“Temos a semana inteira para trabalhar. Agora, vamos descansar e pensar no próximo jogo. Não adianta ficar fazendo projeções. Temos que pensar jogo a jogo. Vamos concentrado para o clássico e esperamos somar pontos para poder estar brigando lá na parte de cima”, finalizou Cássio.

Desde 2006 quando o Brasileirão por pontos corridos passou a contar com 20 equipes, o time rebaixado com pontuação mais alta foi o Coritiba, que caiu em 2009 com 45 pontos. Segundo os matemáticos, essa pontuação na atual temporada salvaria as equipes da queda para a Série B. Ou seja, faltam mais dois triunfos para o Corinthians bater essa pontuação. (estadão)