O Centro de Mídias de Educação do Amazonas (Cemeam), da Secretaria de Estado de Educação (Seduc-AM), iniciou na última sexta-feira (15/2) a transmissão deste ano das aulas do Programa de Capacitação a Distância para as comarcas do interior do estado. As aulas serão realizadas ao vivo para os servidores das comarcas dos 62 municípios, numa parceria entre Seduc-AM e Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), que já alcançou mais de 300 servidores.

Realizado desde 2018, o programa tem o objetivo de atualizar os servidores do tribunal que atuam nos municípios, abordando temas aplicáveis às práticas de trabalho e voltados para a melhoria contínua da prestação jurisdicional. O TJAM é um dos órgãos que, em parceria com a Seduc, conseguem alcançar os municípios do interior do estado para realizar capacitações que muitas vezes exigiriam um custo elevado de logística. 

“Avançar em questões primordiais para o Estado, como a Segurança Pública e a Justiça, é algo que implica em educação, em fazer um trabalho social. Ações que são mais sucedidas quando fazemos unidos”, afirmou o desembargador Yedo Simões, presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas. “Muitas vezes não precisamos de dinheiro para ter êxito nessas iniciativas, mas de parcerias eficientes como essa”, concluiu.

As aulas são transmitidas via Centro de Mídias, ao vivo, e os alunos conseguem interagir e tirar dúvidas com os palestrantes, possibilitando a atualização dos servidores sem a necessidade de deslocamento de equipes do tribunal para o interior. Para a professora Ana Maria Araújo, secretária executiva Adjunta do Interior, a iniciativa é essencial para suprir lacunas de educação e capacitação no interior do Amazonas.

“O Centro de Mídias é um dispositivo que veio para reduzir a distância entre qualificações de qualidade e a população. Ele já é usado para o Ensino Mediado por Tecnologia para os alunos da rede estadual, mas tem potencial para suprir as necessidades de diversos órgãos públicos em capacitar servidores nos municípios do interior do nosso estado”, afirmou.

Cemeam – Em funcionamento desde 2010, o Centro de Mídias de Educação do Amazonas é coordenado pela Seduc-AM e é a principal tecnologia utilizada pelo Governo do Amazonas para encurtar distâncias e levar educação aos lugares longínquos do maior estado brasileiro. Graças ao projeto “Ensino Presencial com Mediação Tecnológica”, perto de 40 mil estudantes de mais de três mil comunidades do estado estão tendo acesso ao Ensino Médio e Ensino Fundamental. 

As aulas são ministradas de estúdios de televisão localizados no Centro de Mídias, em Manaus, em formato de teleconferência. Até então, o Ensino Médio (e em alguns casos também o ensino fundamental) nunca havia sido ofertado para essas comunidades, o que forçava o estudante a sair do local em que morava para continuar os estudos nas sedes dos municípios ou na capital do estado.