Os ministros das Relações Exteriores da China, Wang Yi, e da Coreia do Norte, Ri Yong-ho, mostraram nesta sexta-feira (07/12), sua confiança de que o diálogo com os Estados Unidos continue para avançar rumo à desnuclearização da península.

Os dois ministros se reuniram hoje em Pequim como parte da visita de Ri à China para fortalecer os laços bilaterais, que estão em alta após as três visitas do líder norte-coreano Kim Jong-un ao país asiático este ano para se reunir com o presidente Xi Jinping.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Geng Shuang, informou que Wang destacou durante o encontro que a situação na península “continua melhorando” e reiterou a disposição de Pequim para seguir trabalhando com Pyongyang para avançar rumo à desnuclearização.

Geng disse que espera que “a Coreia do Norte e os EUA mantenham seu diálogo” e assim consigam cumprir com as pautas estipuladas por Kim e o presidente americano Donald Trump em sua histórica reunião realizada em Singapura em junho.

O chanceler norte-coreano, por sua vez, destacou “o importante progresso” nas relações bilaterais com a China e ressaltou seu interesse em seguir trabalhando conjuntamente com Pequim para conseguir a paz e a estabilidade regional.

“(Ri) assegurou que a Coreia do Norte segue comprometida com a desnuclearização. Esta posição não mudou”, explicou o porta-voz chinês em entrevista coletiva.

O ministro norte-coreano também assegurou que seu governo espera “estabelecer a confiança mútua necessária” com Washington para avançar em suas relações.

Trump afirmou que prevê manter um novo encontro com Kim “no início do próximo ano”.

(EFE)