Ciclo de Práticas Avançadas em Estomaterapia da UEA realiza atendimento gratuito - Fato Amazônico


Ciclo de Práticas Avançadas em Estomaterapia da UEA realiza atendimento gratuito

As pessoas que têm pé diabético, calosidades nos pés e micoses nas unhas poderão, nos dias 26 (quinta-feira), 28 (sábado) e 29 (domingo) de abril, se consultar gratuitamente, com agendamento prévio, durante o 3º Ciclo de Práticas Avançadas em Estomaterapia, que será realizado pelo curso de Especialização em Estomaterapia, Estomias, Feridas e Incontinência da Universidade do Estado do Amazonas (UEA). Os atendimentos serão realizados no Laboratório de Estomaterapia da Escola Superior de Ciências da Saúde (ESA), na avenida Carvalho Leal, 1.777, Cachoeirinha, zona sul.

O evento terá a participação da professora Suely Rodrigues Thuler, de São Paulo, uma das maiores especialistas da área, e de enfermeiros estomaterapeutas. A estrutura do encontro conta com estações de avaliações clínicas, plantigrafia, exame vascular, testes neurológicos, estação de micromotores, estação de laser e avaliação por termografia, além de curativos especializados, através da Ozonioterapia e aplicação de laser, ultrassom e eletroterapia, conforme critérios e indicações técnicas.

O atendimento terá quatro estações: estação de cuidados podiátricos, sob a responsabilidade da Dra Suely Rodrigues Thuler; a estação de nutrição, sob a responsabilidade da Dra Sálvia Belota; a estação de eletroterapia, drenagem linfática e avaliação por termografia, sob a responsabilidade da fisioterapeuta Dra Leiliane Bonfim e do professor e estomaterapeuta Dr. Nilson Bezerra; e a estação de tratamento avançado de feridas, com a professora e estomaterapeuta Dra. Eliana.

O coordenador da especialização em Estomaterapia, Estomias, Feridas e Incontinência da UEA, Nilson Bezerra, explica que a consulta deverá passar por agendamento prévio. “O atendimento será gratuito. Entretanto, o interessado deverá solicitar uma marcação por meio de um envio de mensagem de WhatsApp para o número 98173-9049”, explicou.