CMM promulga planejamento estratégico da CMM para o período 2017 a 2021 - Fato Amazônico


CMM promulga planejamento estratégico da CMM para o período 2017 a 2021

A Câmara Municipal de Manaus (CMM) promulgou, nesta segunda-feira (23), o Projeto de Resolução nº 005/2018, da Mesa Diretora, que institui o Planejamento Estratégico do Poder Legislativo Municipal para o período de 2017 a 2021, já em execução na Casa Legislativa. “É um grande marco na gestão desta Casa, um grande diferencial de se olhar a Câmara para o futuro”, disse o presidente Wilker Barreto (PHS).

Segundo Barreto – que defendeu o Projeto em segunda discussão antes de ser promulgado pela primeira vez na história da Casa Legislativa Municipal -, os próprios servidores elaboraram o Planejamento até 2021. “Temos de olhar a gestão pública o mais próximo da eficiência do que faz o setor privado. Os servidores se debruçaram num planejamento para que os futuros presidentes, ao assumirem a Presidência da Casa, possam se socorrer dos servidores de carreira ou dos comissionados também que são importantes para que não ocorra o princípio da descontinuidade, muito claro no serviço público”, disse.

O presidente parabenizou aos servidores por trabalho que será rotina de gestão na Casa e garantirá de forma mais efetiva o aprimoramento diário da máquina pública. “Fico muito feliz que, já nos meses de encerramento de minha gestão à frente da Câmara, conseguimos entregar um importante documento”, afirmou, ao destacar que desconhece a existência de casas legislativas que aprovem Planejamento Estratégico.
“Isto aqui é uma peça importante para a continuidade das certificações ISO 14001 e ISO 9001, os planos de carreira, das datas-bases, de infraestrutura e do melhoramento cotidiano dessa gigantesca Casa Legislativa, a maior do Norte do País. Isso é um marco. Quero compartilhar e pedir o grande reconhecimento à toda equipe de servidores da Câmara a serviço do bem comum”, ressaltou.

Sobre o Planejamento Estratégico

O Planejamento Estratégico 2017 a 2021 traz benefícios para a organização interna e para a sociedade com a oferta de serviços de excelência, além de servir de referência para que outros órgãos públicos possam implantar gestão moderna de planejamento.

A gestão de planejamento estratégico se desenvolve em quatro etapas. O primeiro passo consiste na implantação das normas na Casa Legislativa, com a orientação das diretrizes vindas do presidente da Câmara e o estabelecimento dos propósitos organizacionais, pré-existentes no órgão, como a Visão, Missão e Valores e de políticas da Qualidade e Ambiental.

A segunda etapa envolve o diagnóstico, com a análise do ambiente interno e externo, a avaliação das estratégias atuais em termo de planejamento e o gerenciamento de risco. O passo seguinte é o direcionamento para que sejam formuladas as estratégias e traçar os objetivos e metas. A quarta e última fase é a operacionalização do plano de ação e monitoramento.