Os conselheiros municipais de saúde aprovaram na quarta-feira, (30/01), a convocação para a realização da 8ª Conferência Municipal de Saúde, prevista para o início do mês de abril.  A aprovação aconteceu durante a 1ª Assembleia Geral Ordinária de 2019 do Conselho Municipal de Saúde (CMS), que acontece mensalmente no auditório o Complexo de Saúde Oeste, no conjunto Santos Dumont, bairro da Paz, reunindo gestores, trabalhadores e usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

Com o tema “Democracia e Saúde”, a 8ª Conferência Municipal de Saúde será organizada pelo CMS e a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), que iniciaram os trabalhos de composição do comitê organizador.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, explica que a Conferência Municipal representa uma das etapas da 16ª Conferência Nacional de Saúde, marcada para o mês de agosto de 2019, e todos os municípios e Estados devem iniciar a fase preparatória.

“A partir das conferências municipais e estaduais, serão elaboradas propostas para a etapa nacional, quando haverá definição das diretrizes de formulação da política de saúde pública em todo o Brasil. Então, esse é um momento muito importante para a mobilização da sociedade, quando todos, gestores, trabalhadores e usuários do SUS, podem contribuir para a melhoria dos serviços de saúde”, destacou Marcelo Magaldi.

De acordo com o presidente do CMS, conselheiro Jorge Carneiro, antes da Conferência Municipal de Saúde, prevista para acontecer nos dias 1º, 2 e 3 de abril, também serão realizadas as pré-conferências distritais de saúde, atendendo as zona Norte, Sul, Leste, Oeste e Rural.

“As pré-conferências são fases preparatórias para a conferência municipal, que terá também o objetivo de, por meio do controle social, discutir o fortalecimento e a defesa do SUS. Com a participação da sociedade, as pré-conferências e a conferência municipal irão resultar na definição de novas diretrizes para a saúde do município, atendendo os anseios da população como um todo”, afirmou Jorge Carneiro.

Eleição

Durante a 1ª Assembleia Geral Ordinária de 2019 do Conselho Municipal de Saúde (CMS), os conselheiros também aprovaram a criação e a constituição da Comissão Especial para Coordenação do Processo Eleitoral Complementar. O objetivo é eleger conselheiros para complementar a composição do CMS nas vagas de representantes das Organizações de Moradores da zona Sul (suplente), das Organizações de Moradores da Zona Centro-Sul (titular e suplente), das Associações de Pessoas com Deficiências (suplente) e dos Movimentos Sociais e Populares Organizados (titular e suplente).