Com um a mais, Verdão perde pênalti, mas abre final vencendo Peixe - Fato Amazônico

Com um a mais, Verdão perde pênalti, mas abre final vencendo Peixe

A primeira final do Campeonato Paulista não teve os astros Valdivia e Robinho, ambos machucados, mas contou com um vencedor que deixou o Palestra Itália com a sensação de que poderia ter feito mais. O Palmeiras venceu o Santos por 1 a 0, mas perdeu pênalti e teve um jogador a mais desde os 12 minutos do segundo tempo.

Independentemente do que ocorreu nesta tarde, o resultado serve como vantagem para o Verdão. No próximo domingo, basta ao time não perder na Vila Belmiro para ser campeão, enquanto o Peixe precisa ganhar por mais de um gol de diferença. Em caso de vitória alvinegra por diferença de um gol, o dono da taça será definido nos pênaltis.

A largada na frente alviverde se deve a gol de Leandro Pereira, aproveitando jogada iniciada por Cleiton Xavier (que entrou no lugar do machucado Arouca), aos 29 minutos do primeiro tempo. Na etapa final, Paulo Ricardo cometeu pênalti e foi expulso, mas Dudu cobrou no travessão. O Santos, que veio a São Paulo mais disposto a empatar, passou a se mostrar contente com o placar e segurou a derrota magra.