Compartilhe
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    3
    Shares

Manaus…[ASN] A comissão de Liberdade Religiosa da OAB-AM esteve na reitoria da Universidade Estadual do Amazonas para entregar uma proposta de nota técnica ao reitor Cleinaldo de Almeida Costa. Na ocasião, foi relembrado o caso atendido pela UEA referente a aluna Luana Freitas de Castro, que teve suas faltas abonadas aos sábados, em virtude da lei estadual 3072/2006.

Após a aprovação pelo corpo jurídico da universidade, a nota será publicada internamente. O objetivo é que o corpo docente tenha acesso ao conteúdo sobre liberdade religiosa.  A proposta encaminhada à UEA teve o apoio do presidente da OAB do Amazonas, doutor Marco Aurélio de Lima Choy e também dos advogados integrantes da comissão de Liberdade Religiosa da OAB-AM:  Eduardo Vasconcelos, Anderson Fonseca e Henrique França. Na ocasião, a igreja adventista foi representada pelo líder da área de liberdade religiosa, professor Souneivaldo Bispo.

“Essa nota técnica ela é muito importante por um aspecto: o aspecto do direito à diversidade, o aspecto do direito constitucional do respeito a liberdade religiosa. Então, dentro desse cenário, a Universidade é um ambiente que congrega diversos cultos, diversas maneiras de pensar, é o momento ideal para que nós possamos a partir dessa nota técnica, trabalhar internamente um documento da Universidade Estadual do Amazonas que respalde as ações dos professores em relação aos nossos alunos sabatistas, que possam estar respeitados, amparados, acolhidos e que possam fazer suas atividades escolares sem prejuízo da sua fé”.  [Equipe ASN, Priscila Baracho]


Compartilhe
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    3
    Shares