Concurso para procurador é realizado com mais de 2,5 mil candidatos - Fato Amazônico


Concurso para procurador é realizado com mais de 2,5 mil candidatos

Mais de 2,5 mil candidatos participaram, ontem (20/5), da primeira fase do concurso da Procuradoria Geral do Município (PGM). Do universo de 3.431 inscritos, um total de 902 faltou à prova na disputa pelo cargo de procurador de 3ª classe, o equivalente a 26,29% no índice de abstenções.

Na disputa pelas oito vagas para procurador, os candidatos fizeram prova no Centro Educacional La Salle, na Escola Estadual Senador Petrônio Portela, ambas na zona Centro-Oeste, e no Centro Integrado de Ensino Superior do Amazonas (Ciesa), na zona Centro-Sul. O certame da Prefeitura de Manaus foi executado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe). 

Segundo o procurador-geral do Município, Rafael Albuquerque, as demandas do município cresceram, fazendo com que o ingresso de novos membros seja essencial para o melhor andamento do trabalho judicial e extrajudicial exercido na prefeitura.

“Esse concurso é motivo de muita alegria, porque, desde 2006, a gente não tinha concurso para procurador e precisamos fortalecer a nossa instituição com o ingresso de novos membros, para que possamos dar vazão e respostas mais céleres a essas demandas que chegam ao município de Manaus”, ressaltou o Albuquerque.

O procurador acrescenta, ainda, que esta é apenas a primeira fase do processo, com a prova objetiva. “Na segunda fase, os 200 melhores classificados farão uma prova dissertativa, que compreenderá questões, peças e pareceres processuais. Já na terceira fase, serão feitas as avaliações de títulos”, mencionou Rafael.

O advogado James Lins disse estar otimista quanto ao concurso, visto os meses de dedicação aos estudos. “Assim que fiquei sabendo do edital, já organizei meu material de estudo, mesmo antes de me inscrever, pois acredito na seriedade do processo seletivo e agora estou no aguardo da aprovação”, disse.

A expectativa é de que, até novembro, o concurso seja homologado e os aprovados sejam empossados. A remuneração mensal dos novos procuradores é de R$ 19.343, 91, com jornada de 20 horas de trabalho semanais.