Compartilhe
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    3
    Shares

O Corpo de Dança do Amazonas (CDA), um dos Corpos Artísticos da Secretaria de Estado de Cultura (SEC), foi indicado pela Comissão de Dança da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) ao Troféu APCA na categoria “Melhor Interpretação em Dança”. A premiação da APCA, uma entidade sem fins lucrativos e com 61 anos de história, acontece no final deste ano, em São Paulo.

A indicação foi publicada ontem (3/7) e selecionou o espetáculo “Arquitetura do Corpo”, criada por Josias Galindo, do CDA, para concorrer ao prêmio, junto com “O Beijo”, da Companhia Nova Dança, e “Não tive tempo para ter medo”, da Companhia de Dança Carne Agonizante, ambas de São Paulo.

“Arquitetura do Corpo” foi criada por Josias Galindo, coreógrafo criador da Compagnie Galindo, que foi bailarino do Teatro Municipal de Niterói e do Theatro Municipal do Rio de Janeiro, além de solista no Ballet der Stadtishen Buhnen Hagen, na Alemanha. No espetáculo, o corpo é a temática principal e traz uma reflexão sobre pudores, dogmas e crenças.

O diretor do CDA, Getúlio Lima, conta que a indicação surgiu após o grupo se apresentar neste ano, em São Paulo, com apoio da SEC, na programação do projeto “Abril para Dança”, realizado pela Prefeitura Municipal de São Paulo. Ele celebra a indicação ao prêmio, ressaltando o esforço do grupo nas apresentações.

“Fizemos três apresentações do espetáculo no Teatro João Caetano, em São Paulo, no final de abril. Foram dias intensos, os quais eu tenho certeza que transformaram a vida de nossos bailarinos, que ficaram maravilhados ao participar do projeto”.

Getúlio afirma também, que a indicação ao prêmio aconteceu em um bom momento, já que o grupo comemora 20 anos de criação em 2018.  

“Ser indicado a este prêmio de nível nacional é extremamente significativo, ainda mais este ano em que comemoramos 20 anos da companhia. Esta indicação vem coroar o trabalho desenvolvido todos este tempo e vem também confirmar nossas escolhas e afirmar que estamos no caminho certo”.

APCA – Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA) é uma entidade sem fins lucrativos que todos os anos premia os destaques de 12 áreas: Dança, Arquitetura, Artes Visuais, Cinema, Literatura, Música Erudita, Música Popular, Moda, Rádio, Teatro, Teatro Infantil e Televisão.

Ao fim de cada semestre, as comissões de diferentes áreas divulgam a lista de indicados ao prêmio. Para este ano, a comissão da categoria Dança contou com o júri formado por seis membros: Amanda Queirós, Cássia Navas, Henrique Rochelle, Iara Biderman, Renata Xavier e Yaskara Manzini.


Compartilhe
  • 3
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
    3
    Shares