Curso de cuidador informal de idosos na zona Oeste tem 40 vagas abertas - Fato Amazônico


Curso de cuidador informal de idosos na zona Oeste tem 40 vagas abertas

Estão abertas até esta sexta-feira, (24), inscrições para uma nova turma do curso de Cuidado Informal de Idosos Frágeis pela  Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), por meio do Distrito de Saúde Oeste (DISA Oeste). Ao todo, são 40 vagas disponíveis.

Os interessados podem obter informações pelos telefones: 3216-7754 / 3654-5475, ou 99381-9485. As inscrições podem ser feitas na secretaria da Igreja Batista Boas Novas, rua 11, 349, Alvorada 2, no horário de 8h às 11h e das 14h às 17h.

O secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi, explica que os Distritos de Saúde Oeste, Leste, Sul e Norte promovem os cursos de Cuidador de Idosos, atendendo a população das diferentes zonas geográficas de Manaus.

“É uma forma de facilitar o acesso das pessoas ao serviço. O curso não é profissionalizante e tem o objetivo de qualificar os cuidados que familiares e cuidadores oferecem a idosos, sobretudo aos que têm algum problema de saúde, como as doenças crônico-degenerativas e que já estão acamados ou em risco de perda de mobilidade”, informa Marcelo Magaldi.

A técnica responsável pela ação Saúde do Idoso do Disa Oeste, Graciete Andrade de Carvalho, reforça que o curso não é de caráter técnico-profissionalizante, tendo a duração de 20 horas, e será realizado no período de 27 novembro a 1º de dezembro, na Associação Educacional Boas Novas, na igreja Batista Boas Novas, na rua 11, nº 349, bairro Alvorada 2, no horário das 8h às 12h.

O curso abordará os temas: Alterações fisiológicas/patológicas; atividades de vida diária; Cuidados em primeiros socorros; Prevenção de quedas; Atividade física; Autonomia e Independência; Síndrome metabólica (HAS;  Diabete Mellitus; Dislipidemia; Obesidade); Cuidados com medicamentos; Quadros demenciais (Alzheimer, Parkinson, etc.);  Alimentação Saudável; Saúde bucal da pessoa idosa; Proteção social e promoção da cidadania; Política Nacional da Pessoa Idosa; Prevenção de violência contra a pessoa idosa; Cuidando do cuidador; Transtornos de humor e ansiedade.

“A programação do curso é organizada para orientar os participantes para a promoção do envelhecimento ativo e saudável”, afirma Graciete Carvalho.