CUSTO POLÍTICO: Wilson Alecrim vai deixar o CDPM nesta sexta-feira e cumprir prisão domiciliar - Fato Amazônico


CUSTO POLÍTICO: Wilson Alecrim vai deixar o CDPM nesta sexta-feira e cumprir prisão domiciliar

A desembargadora Mônica Sifuentes, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1) concedeu liminar em habeas corpus ao ex-secretário estadual de saúde, Wilson Alecrim e transformou a prisão preventiva dele em domiciliar. Amanhã ele deixa o Centro de Detenção Provisória Masculino, localizado no quilômetro 8 da BR 174 (Manaus/Boa Vista) e segue para sua casa.

O ex-secretário de saúde da gestão do governador cassado, José Melo foi preso em dezembro na Operação Custo Político, um desdobramento da operação Maus Caminhos, ganhou liberdade, mas dia 31 horas antes da virada do ano a juíza Ana Paula Serizawa, atacou pedido do Ministério Público Federal e mandou de volta a cadeia Alecrim e mais três ex-secretários de governo.

A defesa alegou que Wilson Alecrim precisa realizar um tratamento de saúde em São Paulo devido a um câncer de próstata.

A desembargadora Mônica Sifuentes também acatou o pedido e o ex-secretário está autorizada pela Justiça para ir ainda este a capital paulista onde será submetido a uma intervenção cirúrgica no Hospital Alemão Oswaldo Cruz.

Nesta quinta-feira, Wilson Alecrim teve o pedido de prisão domiciliar a ida a São Paulo negado pelo juiz federal Luiz Felipe, substituto da magistrada Ana Paula Serizawa.

“Como observado pelo MPF (Ministério Público Federal) em seu parecer, o Requerente não comprovou que o supracitado procedimento médico não poderia ser realizado no município de Manaus/AM”, diz trecho da decisão.