No final da tarde de ontem (06/01), a Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) informou aos parentes dos policiais mortos, supostamente pelo tenente da Polícia Militar Joselito Pessoa Anselmo, que podem procurar a DPE-AM para buscar assistência jurídica, caso necessitem, assim como atendimento social e psicológico.

O tenente é acusado de matar o sargento Edizandro e o cabo Grasiano e de atirar também em outras duas pessoas, sendo dois colegas dele militares.

De acordo com a polícia, o tenente, as duas vítimas fatais e os dois feridos estavam numa uma viatura descaracterizada da PM, retornando de uma festa, por volta das 2h deste sábado, 5. O automóvel estava sendo conduzido pelo cabo Grasiano e todos seriam levados para casa quando o tenente começou a atirar

O núcleo da Defensoria Pública de Auditoria Militar pode ser contatado pelos telefones 3633-2955 e 3633-2986.

Borracheiro abre o jogo: “tenente mata colegas de farda após alegre noite de diversão” – Veja os Depoimentos