Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  

Em reunião realizada na manhã de sexta-feira (29), na Delegacia da Receita Federal no Amazonas, o deputado Luiz Castro (Rede) conversou com o delegado Leonardo Barbosa Frota, que garantiu que o serviço em Manacapuru não será desativado, conforme prevê a portaria de cancelamento de 25 agências da Receita no País. A reunião contou também com a presença dos deputados Serafim Corrêa (PSB) e Abdala Fraxe (Podemos).

De acordo com o delegado Leonardo Barbosa Frota, a Receita entrou em entendimento com o Estado, que disponibilizou um espaço no prédio da unidade do Pronto Atendimento ao Cidadão (PAC), para o funcionamento de um posto de serviço fiscal, no bairro Terra Preta, próximo à área central de Manacapuru.

O município consta da lista de 25 agências da Receita que serão desativadas no mês de julho, por falta de orçamento, e foi tema levantado por Luiz Castro na Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (Aleam). Mas para o deputado Luiz Castro a alternativa encontrada para manter o serviço em Manacapuru é positiva, por garantir a continuidade do atendimento aos pequenos empreendedores  locais e dos municípios vizinhos.

São Gabriel da Cachoeira

No caso da agência de São Gabriel da Cachoeira, que também consta da lista de desativação, o delegado Leonardo disse que a reativação do atendimento da Receita Federal, depende de um convênio com a Prefeitura, que designará os funcionários do próprio município para realizar serviços como a emissão de CPF. 

Na avaliação de Luiz Castro, o entendimento entre a Receita e a Prefeitura de São Gabriel da Cachoeira, é fundamental para  a continuidade do serviço, tendo em vista a enorme distância para o deslocamento das pessoas que precisam do atendimento, até a agência da Receita Federal em Manaus.     


Compartilhe
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •  
  •