Denarc prendem acusados de tráfico de drogas na Zona Norte de Manaus - Fato Amazônico

Denarc prendem acusados de tráfico de drogas na Zona Norte de Manaus

Policiais do Departamento de Investigação sobre Narcóticos (Denarc) prenderam na madrugada desta segunda-feira, 11, Mick Jonelle Almeida Vieira, 30; Merisson Ricardo Pires Zany, 22; Raabe Carvalho dos Santos, 31, e a universitária Bruna Mikaelle Soares dos Santos, 23, acusados de tráfico de drogas na zona Norte de Manaus.

De acordo com o diretor do Denarc, delegado Samir Freire, a quadrilha estava sendo investigada há um mês. Mick, Merisson e Raabe foram presos por volta de 2h30, no estacionamento do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, situado na Avenida Santos Dumont, bairro Tarumã, Zona Oeste de Manaus.

Ainda segundo a autoridade policial, o trio iria tentar transportar drogas para o estado de São Paulo. No momento das prisões Mick, Merisson e Raabe estavam em um veículo Ford Ka, de cor preta e placas NAP–1508.

“Os homens iriam deixar Raabe no aeroporto com quatro quilos de drogas escondidos dentro de uma mala. Quando eles avistaram a viatura ainda tentaram fugir, mas conseguimos interceptá-los, efetuando disparos no pneu do carro”, explicou o delegado.

A partir das prisões em flagrante, os policiais civis foram à residência da namorada de Mick, a estudante do curso de Odontologia Bruna Mikaelle, moradora de um conjunto residencial na Avenida Torquato Tapajós, bairro Santa Etelvina, zona Norte da capital. No local a equipe do Denarc encontrou 1 kg de skunk, achado em um dos cômodos da casa.

“Durante as diligências descobrimos onde funcionava o laboratório deles. Após a prisão da Bruna fomos ao local, localizado no bairro Mundo Novo, zona Norte. Na residência apreendemos uma prensa mecânica, uma balança de precisão, um quilo de pasta base de cocaína, dois celulares, cadernos contendo a contabilidade da prática ilícita, três quilos de skunk e dois quilos de maconha in natura”, explicou o delegado Samir Freire.

O mandado de prisão em nome de Mick foi expedido no dia 21 de maio de 2013, pelo juiz Francisco Pessoa Almada, da 2ª Vara Especializada em Crimes de Uso e Tráfico de Entorpecentes (Vecute).

“Merisson também tem passagem por tráfico de drogas. Ele cumpriu pena na Unidade Prisional do Puraquequara em 2012”, argumentou o delegado.